O repórter da TV Globo, Eric Faria, conhecido por cobrir os jogos da seleção brasileira, perdeu a cabeça nesse domingo (20) e protagonizou um grande barraco nas redes sociais. Ele chegou a xingar um colega de profissão, o jornalista José Calil, de "otário". A polêmica começou quando o profissional da mídia foi colocado contra a parede em uma polêmica envolvendo o Flamengo. Calil questionou se Eric tentaria interferir no que acontece em campo. "Será que o repórter vai avisar o juiz agora no intervalo que dois jogadores do Flamengo brigaram e merecem expulsão?", questionou Calil, lembrando uma outra polêmica do jornalista da Globo.

Eric Faria age sem compostura em rede social

A briga entre os dois profissionais começou quando a Globo exibia a partida entre o Flamengo e o Corinthians.

Publicidade

O time rubro-negro, do Rio de Janeiro, acabou vencendo a partida por 3 a 0. Torcedor do Santos, Calil, que representa a rádio Transamérica, estava fazendo uma referência a uma grande polêmica, quando Éric Faria foi acusado de avisar ao árbitro sobre um pênalti que seria favorável ao Flamengo. O fato aconteceu em uma partida envolvendo o Santos e os torcedores do time paulista pegaram uma grande birra com o famoso jornalista, que já tem muitos anos de carreira.

O jornalista da Transamérica em nenhum momento chegou a citar o nome de Eric Faria em sua rede social, mas, mesmo assim, Faria sentiu as dores, vestiu a carapuça e iniciou um barraco online.

A situação foi vista com surpresa pelos que acompanham o trabalho dele no maior canal do país. Eric mostrou um grande ataque em torno do assunto. "Não. Vou avisar que você é otário. Um cara que não honra a sua profissão. As suas calças”, bradou o colega de Galvão Bueno utilizando a sua página oficial no microblog de 140 caracteres.

Mais tarde, o âncora da Transamérica se pronunciou a respeito do assunto. Mais uma vez, sem citar o colega de trabalho, ele disse que Eric Faria perdeu completamente a linha ao tratar do assunto e ainda alfinetou o profissional, argumentando que ele seria uma espécie de repórter oficial da torcida do Flamengo.

Publicidade

Calil ainda disse que o ataque do colega teria ocorrido porque ele estaria com a consciência muito pesada diante de tudo o que aconteceu no episódio entre Flamengo e Santos. Faria preferiu o silêncio após o episódio, mas a situação continuou a repercutir nas redes sociais.

E você, o que achou do assunto? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante.