A cantora Perlla desabafou no programa "The Noite", do SBT, em entrevista a Danilo Gentili, na madrugada deste sábado (25), toda mágoa que vem sentindo pelas críticas feitas por um pastor evangélico da igreja da qual fazia parte. A famosa, para quem não se lembra, era funkeira nos anos 2000 e emplacou alguns sucessos na mídia. Porém, decidiu abandonar o Funk e converteu-se ao evangelismo, passando então ao time das cantoras gospel.

Até então, tudo ia bem, é o que se acha.

Publicidade
Publicidade

A moça decidiu largar a igreja e voltar a ser funkeira. Segundo a cantora sua vida passou a ser um inferno. A artista frequentava os cultos na Assembleia de Deus e contou ao apresentador que quando descobriram que tinha voltado aos palcos, passaram a persegui-la com palavras que a feriram muito.

Ela diz que foi muito humilhada e escorraçada pela igreja e sentiu-se ofendida. "Você ser igreja vai muito além do templo", disse a morena. Por esse motivo, ela hoje frequenta o Evangelho Plano.

Cantora abandonou o gospel e voltou para o funk
Cantora abandonou o gospel e voltou para o funk

Ainda durante o papo com Gentili, a moça reclamou que houve hipocrisia da parte das igrejas.

Segundo ela, foi muito bem recebida quando trocou o funk pelo Gospel, mas agora que deseja voltar a ser funkeira, lhe viram as costas. "Hipocrisia", afirmou. Perlla disse que nem o gospel nem o funk a definem, pois onde estiver vai fazer Música, pode ser no forró ou até na macumba, continuará cantora, ela quer estar onde se sente bem.

"Não vai ser a religião que vai me definir musicalmente", disparou.

Publicidade

Ela ainda lamentou ter dado uma parada na carreira e conta que começou com o pop funk lá atrás, citando que Anitta lhe mandava mensagens e acompanhava sua carreira. A verdade é que Anitta chegou e emplacou, deixando outras funkeiras para trás.

Nos anos 2000, Perlla bombou com os hits "Tremendo Vacilão", "Eu Vou" e "Depois do Amor", chegando rápido aos primeiros lugares do funk pop. Mas, com sua ida para o gospel, a carreira esfriou. Agora a morena quer seu sucesso de volta e disso não abre mão, doa a quem doer.

Toda a polêmica começou quando foi chamada por uma rádio para cantar pagode gospel. Cantou e gostou, mas o pastor da igreja não aprovou e mandou desmarcar um show que a artista faria por lá. A famosa contou que o evangélico, não satisfeito em prejudicá-la, ainda partiu para as redes sociais, escrachando com sua carreira e bradando que a famosa não pisaria mais no altar santo de sua igreja. A funkeira achou essa reação uma lástima e garante que continuará a ser uma pessoa de Deus.

Publicidade

Leia tudo e assista ao vídeo