Publicidade
Publicidade

O apresentador William Waack é um dos grandes nomes da televisão brasileira. Ele ficou conhecido por apresentar o ‘’Jornal da Globo’’ e também pelos comentários polêmicos ao longo da carreira. No entanto, o famoso repórter está vivendo um verdadeiro inferno astral nos últimos tempos. Desde que um vídeo antigo dele apareceu, sua vida mudou completamente.

O âncora da Globo apareceu ao lado de um especialista comentando a vitória de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos, em Washington, em 2016.

Publicidade

Um homem apareceu buzinando para atrapalhar o link ao vivo e o jornalista perdeu a paciência, dizendo expressões supostamente racistas.

William Waack não tem para prazo previsto para voltar à televisão

Desde que o vídeo apareceu, a Globo não teve outra decisão, a não ser retirar William Waack do ar. A emissora chegou a enviar uma nota esclarecedora à imprensa, na qual dizia claramente que era contra a qualquer tipo de ofensa racista. Waack não tem sido visto até então.

Palestras em que ele participaria simplesmente foram canceladas.

Alguns sites chegaram a dizer que o profissional da mídia voltaria ao ar já na próxima segunda-feira (20), mas segundo informações do jornalista Flávio Ricco, do portal de notícias UOL, não deve ser bem isso o que vai acontecer.

William Waack sai do ar e Globo diz que está ‘conversando’ com ele

O destino para Waack foi o mais terrível possível. Ele foi execrado pelas mídias sociais, mesmo o vídeo em que ele aparece não sendo 100% claro no que o repórter diz. William não teve nem mesmo a oportunidade de pedir desculpas.

Publicidade

Na segunda, quem volta ao ar é Renata Lo Prete, substituta oficial do âncora.

Quem também tem comandado o jornalístico da meia noite na Globo é Carlos Tramontina, mais conhecido pela segunda edição do ‘’SPTV’’, noticioso local exibido na cidade de São Paulo.

Audiência do 'Jornal da Globo' despenca sem William Waack

A Globo diz que está conversando com o seu profissional e isso significa que ele não deve voltar ao ar tão cedo. A única luz no fim do túnel para Waack é que ambos colegas que o substituíram derrubaram a audiência.

Além disso, pesquisas indicam que a maior parte do público não achou o comentário do famoso preconceituoso. Basta saber se a emissora vai continuar cedendo à pressão das redes sociais.

“Globo e William Waack ainda estão conversando”, diz a assessoria de comunicação da emissora, consultada pela coluna assinada por Flávio Ricco. Há apostas até de que Heraldo Pereira possa apresentar o jornal.