A socialite Day McCarthy virou um dos principais assuntos dos últimos tempos. Ela ficou conhecida por ter feito ofensas gratuitas à Titi, filha do ator Bruno Gagliasso e da atriz Giovanna Ewbank. Em um vídeo divulgada nas redes sociais, a brasileira que se passa de rica disse que a menina era uma "macaca horrível". Os pais da menina não gostaram desse tipo de comportamento. Bruno Gagliasso, por exemplo, foi até uma delegacia, onde fez uma queixa crime contra Day. A polícia começou a investigar a situação e pediu ajuda da InterPol, que é a polícia internacional.

Day McCarthy é encontrada e assusta ao falar da menina Titi

Aos poucos, jornalistas encontraram o paradeiro de McCarthy e foram revelando informações únicas, como o seu nome.

Publicidade

Ela, na verdade, chama-se Dayane Alcântara Couto de Andrade. A morena já era conhecida por atacar outros Famosos e seus filhos. Essa não foi a primeira vez que ela se via às voltas pela polícia. Em 2015, por exemplo, como mostra uma matéria da Revista Veja, a socialite chegou a ser presa por prostituição nos Estados Unidos. Já o jornalista Leo Dias, do jornal 'O Dia' e do 'Fofocalizando', do SBT, trouxe informações exclusivas sobre o que aconteceu com a mulher que revoltou a internet.

Polícia descobre o paradeiro de Day McCarthy, que pode pegar até três anos de prisão

A polícia, segundo Leo Dias, teria ouvido Day nesta quarta-feira (29).

Ela prestou depoimento em uma delegacia da cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos. Os famosos pais de Titi querem agora que a Interpol ajude a extraditar a brasileira de volta para o Brasil e que as leis daqui sejam seguidas. Caso isso ocorra, a mulher que também chamou Rafinha Justus de "boneco assassino", pode pegar até três anos de cadeia pelo crime de racismo.

Day McCarthy deve ser deportada para o Brasil após polêmica com Titi

Leo ainda contou o verdadeiro paradeiro da morena. Dayane está em Las Vegas, Estados Unidos, e não possui visto oficial para permanecer lá.

Publicidade

Mesmo assim, Day continua no país de Donald Trump ilegalmente. Se não tiver pelo menos o visto de passeio e estiver há mais de três meses por lá, será deportada para o Brasil. Isso pode complicar bastante a vida da mulher que se diz socialite, especialmente porque ela já foi presa no país no passado.

E você, o que pensa sobre o assunto? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante e ajuda no diálogo de temas relevantes à sociedade. Não deixe de participar.