Publicidade
Publicidade

A apresentadora Sônia Abrão é um dos grandes nomes da telinha. A sua carreira ficou marcada pela cobertura de grandes velórios. A morte de muitas celebridades foi dada com destaque pelo programa da comunicadora na RedeTV!. No entanto, uma perda repentina ligada à famosa chocou o Brasil nesta semana.

Sônia, que sempre teve língua solta e até anunciou que seria fofoqueira profissional, acabou perdendo uma grande amiga. O motivo surpreendeu e emocionou os internautas, que ficaram sabendo da apresentadora tudo o que realmente aconteceu com a vida dela e como a perda foi forte para ela.

Sônia Abrão perde uma das suas melhores amigas, a cadela Pelúcia, vítima da velhice

A apresentadora, que faz parceria com o jornalista Felipeh Campos na RedeTV!, utilizou sua página no Instagram para anunciar que sua cadelinha, Pelúcia, havia falecido.

Publicidade

A notícia, é claro, pegou muita gente de surpresa. Alguns não acreditaram em tamanha notícia.

De acordo com informações do portal de fofocas ‘’O Fuxico’’, a cadelinha era da raça chow chow. Sônia divulgou uma foto de sua amiga após o falecimento. Na imagem, a estrela do canal de Marcelo de Carvalho e Amilcar Dallevo Junior aparece fazendo carinho no animal, que aparentemente estava dormindo.

Sônia Abrão escreve mensagem de despedida diante de terrível perda

Ainda não se sabe se na foto em questão a cachorra já havia falecido, mas de qualquer forma, é claro, Sônia está abalada com a perda.

Mesmo assim, a jornalista, que é uma das principais comunicadoras do país, fez questão de continuar sua rotina. Ela tem se pautado no trabalho e na força de vontade para continuar sua jornada, que não tem sido fácil.

Pelo contrário, manter tudo é muito complicado em um momento de perda como esse. Abrão usou muita ternura para se despedir da amiga. Em pensar que, infelizmente, algumas pessoas ainda têm a capacidade de maltratar os animais.

Pelúcia, a cachorra de Sônia Abrão que comoveu a internet diante de sua triste morte

"Adeus, pelúcia, você vai ser sempre o nosso amor", disse a comunicadora ao falar sobre o assunto, que tomou conta da internet.

Publicidade

Segundo especialistas, a raça do cachorro que Sônia tinha, por ser de grande porte, acaba vivendo um pouco menos quando comparado a um cão de porte pequeno. A expectativa é que esses animais vivam entre 12 e 15 anos de idade.

E você, o que está pensando sobre esse assunto? Deixe o seu comentário. Ele é sempre importante.