Ainda não é dessa vez que Joana (Milena Toscano) e Asher (Dudu Azevedo) ficarão juntos e felizes. O casal mais queridinho da trama de Paula Richard passará por mais uma provação nos próximos capítulos da novela O Rico e Lázaro, da Record, graças a uma grande armação provocada por Fassur (Zé Carlos Machado). Doente de desejo por Joana, ele fará a cabeça dos outros sacerdotes da sinagoga e dirá que Joana é uma bruxa, e que desde o nascimento carrega em si a semente do mal e da discórdia.

Após muito discurso e encenação, o falso religioso convence os seus ouvintes sobre a crueldade da moça e um grupo invade a casa de Ravina (Marcos Breda) e Ilana (Mara Carvalho), junto com soldados da guarda real.

Levada para o calabouço e acusada de feitiçaria e outros absurdos, Joana se desespera. Principalmente porque, agora, quem está no comando da Babilônia é Belsazar (Marcelo Arnal), o príncipe regente que adora sangue e execuções.

No meio de toda esta turbulação, Joana implora a Deus que a livre de todo o mal, enquanto Fassur, perto dali, diz para todos que, finalmente, a justiça será feita. Com receio de morrer sem conseguir realizar o seu maior sonho, Joana chama por Daniel (Gabriel Gracindo) e pede para que ele faça o casamento dela e de Lázaro ali mesmo, no calabouço.

E é nestas condições, sem luxo ou festa, que o casal finalmente se une sob as bençãos do Deus único.

Lázaro socorre Joana

Dias depois, em clima de encenação, Belsazar condena Joana à morte, para desespero de todos os presentes. Encapuzada, a hebreia é conduzida ao Rio Eufrates, onde, segundo a determinação do rei, será lançada e morta por afogamento. Desolada, Joana clama por justiça. É quando Asher - que desde que passou a acreditar em Deus passou a se chamar Lázaro - aproveita um momento de distração dos presentes e troca de lugar com Joana.

A jovem rapidamente foge, enquanto Lázaro é lançado ao rio pelos guardas. Como sabe nadar, o mocinho consegue se safar e logo vai ao encontro da amada, para que juntos ambos possam, finalmente, começar uma vida a dois longe dali. Após uma grande passagem de tempo, o público poderá constatar a força desse amor que ultrapassou o tempo e todas as tribulações, e a família constituída pelo casal, que terá ao todo três filhos, que serão educados também ao lado dos tios Benjamim (Théo Salomão) e Lior (Eduardo Mello).

Zac (Igor Rickli), por sua vez, não se conformará com a então morte de Joana e se tornará um homem amargurado e infeliz até o resto dos seus dias.

Não perca a nossa página no Facebook!