Publicidade
Publicidade

O Padre Marcelo Rossi concedeu uma entrevista a Maria Godoy, no programa "Maria Godoy Entrevista". O programa em questão é transmitido pela RedeTV!. Durante a entrevista, o Pe. Marcelo não deixou de ser questionado sobre certos impasses e respondeu todos sem fugir. Uma das coisas que Maria mencionou foi a comparação que muitas pessoas acabavam fazendo entre ele e o Padre Fábio de Melo. O entrevistado comentou sobre o fato, afirmando que os dois utilizam formas muito diferentes para conquistar e prender a atenção do público fiel.

Publicidade

O veterano fez questão de voltar um pouco no tempo e pontuou que o Pe. Fábio era cantor, fazia shows, somente depois se tornou sacerdote. E deixou claro que ele não fazia shows como o padre que sofreu e sofre comparações, disse que era realmente padre. Padre Marcelo ainda disse que nunca fez show e nunca faria. Ainda falou que o que faz é uma doação, não recebe nada em troca, faz por amor ao que acredita.

Na entrevista, o sacerdote ainda comentou sobre a depressão que tomou conta dele por um período.

Ele revelou que durante seu tempo doente, ser padre tinha se tornado uma profissão e não estava sendo exercida com amor. Ele lembrou do momento em que não cantou para o Papa Francisco em um evento, e então foi nesse momento que percebeu que algo estava muito errado na sua vida, e então resolveu buscar ajuda. Foi nesse momento que descobriu que estava com depressão.

Padre Marcelo Rossi fala sobre seu novo recomeço

O Padre Marcelo lança seu mais novo trabalho, que é o DVD nomeado como "Imaculada".

Publicidade

Esse lançamento veio a acontecer após três anos que passou afastado por causa do período em que passou cuidando da saúde para se curar da depressão. Nesse período afastado, o Padre também tratou dos problemas que adquiriu por ter ingerido remédios, baseado na automedicação e suas preocupações com o peso.

Em uma entrevista dada ao jornal Extra, ele se recordou do seu último trabalho e confessou que aquele não era ele e sim uma pessoa no auge da depressão, que se automedicava e sem ânimo para fazer absolutamente nada, comparou-se com um zumbi.

Segundo o servo de Deus, a depressão encontrou lugar quando ele começou a se acomodar com a vida. Ele acrescentou que não podia parar enquanto houvesse alguém morrendo ou matando e disse ainda que agora dará inicio ao seu recomeço, se fortalecerá cada vez mais na sua fé e na obra, que é sua verdadeira paixão e para o que dá a vida.