A filha de Baby do Brasil, Sara Sheeva, que também é pastora evangélica, tem assumido o posto de uma das famosas mais polêmicas na mídia. Antes, ela disse que estava sem fazer sexo há mais de dez anos, “sem ver aquilo maravilhoso”. Depois, ainda nessa semana, a religiosa soltou que as pessoas gordas não vão para o céu, mas sim, de acordo com a evangélica, para o inferno. Agora ela reaparece na mídia com mais uma polêmica, dessa vez relacionada às mulheres que ainda são virgens.

Sara, que confessa já não ter mais a sua virgindade, chegou a dizer que queria muito que Deus desse a ela, novamente, essa situação de virgindade.

“Infelizmente queridos, já não tenho mais esse privilégio [de ser uma Mulher virgem]. Mas se tivesse iria andar com um colar no pescoço”, diz a líder religiosa. Ela ainda explica que o colar indicaria que ela é virgem, além desse objeto, Sara também cita que andaria com uma placa, indicando que ela é virgem com muito orgulho.

“Cuide da tua virgindade e não entregue ela para qualquer pessoa”, exclamou a evangélica, que pede para que as Mulheres Virgens de hoje em dia passem a se valorizar mais: “ser virgem é o máximo”.

Sheeva disse que as mulheres que preservam a sua virgindade devem permanecer nessa situação até o momento do casamento, pois aí, para a pastora, já é normal o ato sexual.

Sheeva fala sobre sua vida sexual

Quando ainda falava sobre sua intimidade, Sara disse que ser virgem é muito bom, que não existe nada igual. No entanto, as pessoas precisam entender que, como o exemplo dela, segundo a pastora, as mulheres não podem ficar presenciando situações ‘quentes’ ou que levem as virgens a ter ‘pensamentos’ sobre sexo.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Mulher

“Beijar na boca é igual ferro: liga em cima e esquenta onde? É uma luta gente!”, disse a pastora.

Ela ainda conta que, como uma mulher já experiente nas questões sexuais, apesar de já estar há muito tempo sem ver ‘aquilo maravilhoso’, a pastora explica que as mulheres virgens precisam estar atentas sempre para que o ‘ferro’ delas não acabe ligando em cima e esquentando embaixo, pois, segundo Sheeva, é difícil de apagar depois que está acesso.

Sobre as acusações que Sara vem enfrentando na internet, a pastora contou que não se importa. De acordo com ela, está passando por desafios aqui na Terra e a missão que Deus deu para ela é a de se comportar como uma mulher solteira, celibatária, até o final de sua vida terrena. A líder religiosa diz que se orgulha dessa condição.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo