O apresentador Silvio Santos é um dos nomes mais conhecidos da televisão brasileira. Ele é dono do SBT e de diversas outras empresas, como a Jequiti. No entanto, por conta da idade, o 'Homem do Baú' precisa ter bastante cuidado ao continuar os seus negócios. Silvio Santos está dando uma atenção especial ao SBT. O canal fundado na década de 1980 tem uma das maiores histórias da telinha. Recentemente, o presidente da república, Michel Temer, do PMDB, assinou um documento que ajuda o SBT a continuar a sua trajetória.

Publicidade

Silvio agora fez um pedido importante às filhas, que é o de continuar o seu legado.

Silvio Santos passa o SBT para o nome das filhas com a ajuda de decreto presidencial

De acordo com informações do site 'RD1 Audiência', em matéria publicada neste sábado (18), o presidente da República Michel Temer publicou um decreto em fevereiro desse ano, cujo principal objetivo era livrar o SBT de uma guerra judicial. Isso porque, caso Silvio Santos falecesse, a emissora que ele é dono poderia virar alvo de um imbróglio. Com isso, hoje o canal foi passado para as seis filhas do comunicador, inclusive a adotiva, Silvia Abravanel, que comanda o 'Bom Dia e Cia'.

SBT agora é de propriedade das filhas do apresentador Silvio Santos

Ainda em questão aos empreendimentos de Silvio Santos, as filhas dele ajudaram que tudo não fosse por água abaixo. Isso porque as dívidas do Banco Panamericano podem causar verdadeiros problemas para o Grupo midiático. O Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, o Carf, por exemplo, já condenou o grupo gerenciado pelo 'Homem do Baú' a pagar a incrível quantia de R$ 4 bilhões apenas com impostos, que se dividem em contribuição social e imposto de renda. Apesar da situação ainda caber recurso, o comunicador do SBT, simplesmente, tem muitos problemas para resolver e se preocupar.

Publicidade

Dívidas de Silvio Santos com banco Panamericano podem ser resolvidas com fôlego a mais no SBT

A condenação está relacionada ao pedido de R$ 3,8 bilhões feitos pelo banco no passado. Na época, Silvio disse que foi enganado pelas pessoas que acreditou e que, por isso, aceitou a proposta interessante.

Em janeiro de 2011, diante do rombo do Panamericano, e sob as bençãos da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o BTG Pactual – tornando-se sócio da Caixa Econômica Federal na sequência – deu uma “promissória” pela dívida do banco.

Dessa forma, a então presidente do país acabou ajudando o empresário a sair de uma situação complicada. Agora Temer meio que faz o mesmo, ao postergar a propriedade de concessão do SBT para a família Abravanel.