Nota: o artigo a seguir pode conter spoilers a respeito do seriado ‘Stranger Things’.

Já faz oficialmente um mês desde a estreia da segunda temporada de “Stranger Things”, da Netflix. A maioria dos fãs já assistiu e re-assistiu, e é claro, que, o público sentiu aquela maravilhosa nostalgia de reviver o cotidiano nada comum da família Byers, em sua residência, principalmente neste momento em que Will retornou do Mundo Invertido e está novamente dentro do dia a dia da família.

Contudo... Será que você já imaginou quanto custaria para viver na casa de Will? Na mesma residência onde o garoto foi aterrorizado pelo temido Demogorgon? Embarcando de cabeça na onda da estreia, uma empresa inglesa responsável por listagens imobiliárias lançou um anúncio - de brincadeirinha, obviamente - onde a casa dos Byers surgia à venda e os valores variavam entre 76 mil e 100 mil euros (ou em conversão direta, entre R$ 327 mil e R$ 431 mil).

Publicidade

“Na Indiana Suburbana há uma charmosíssima propriedade de três cômodos”, lê-se da listagem. “Em uma localização privilegiada, aos arredores da cidade de Hawkins, onde os moradores podem ir a pé ao Laboratório Nacional de Hawkins e/ou a escola local”.

“A propriedade conta com uma bem iluminada sala de estar, um banheiro, e três quartos”, satiriza ainda a empresa.

Vale lembrar que, para quem já está finalizando ou começando novamente a maratona da segunda temporada, a Netflix preparou um after-show com entrevistas exclusivas, bastidores, especulações e muito mais! Estes últimos tempos não poderiam ser mais empolgantes para os fãs da cidade de Hawkins!

O estrondoso sucesso que a segunda temporada fez, permitiu que os irmãos Matt e Ross Duffer, criadores da série, anunciassem que já estão trabalhando na terceira temporada.

Todavia, o produtor executivo, Shawn Levy, foi questionado em recente entrevista a respeito da data de estreia, possivelmente para 2018, e a resposta foi “infelizmente não”. E alegou que o terceiro ano de Stranger Things ficará para o ano de 2019.

Já os irmãos Duffer disseram: “Agora estamos começando a trabalhar na terceira temporada. O mais difícil... o que é sempre difícil, é que vários enredos sejam desenvolvidos ao mesmo tempo. Então ainda estamos aprendendo como trabalhar nisso. Sempre será um desafio.

Publicidade

Quero dizer, continuamos no projeto de fazer um filme de nove horas, e para acertar o timing, o ritmo, é extremamente difícil”.