Nesta quarta-feira vazou um vídeo bastante constrangedor do apresentador do Jornal da Globo William Waack. O fato aconteceu no ano passado em Washington durante a eleição do atual presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump. O caso só veio a público agora e revela um comentário racista feito sobre uma pessoa que estava próximo ao estúdio da Globo em Washington, próximo da Casa Branca.

Na ocasião, William Waack estava na presença de Paulo Sotero, que é diretor do Brazil Center no Woodrow Wilson Center, instituição responsável por inúmeros estudos de geopolítica nos Estados Unidos.

A transmissão ocorreu há exato 1 ano, no dia 8 de novembro de 2016.

O âncora do Jornal da Globo estava ao lado do comentarista, à frente da casa Branca, quando um carro aleatório começa a buzinar insistentemente na rua. A virar-se para a janela, Waack volta-se para Paulo Sotero e declara:

"Tá buzinando por quê, seu merda do cacete? Não vou nem falar, porque eu sei quem é… é preto. É coisa de preto!"

Sotero ri do comentário do William Waack, que também debocha do próprio comentário racista.

O vídeo

A repercussão

O caso gerou forte repercussão no meio virtual, sendo o vídeo compartilhado por centenas de páginas no Facebook. Diversos coletivos, ONGs, páginas aleatórias e usuários da rede social declararam-se contra o racismo exercido pelo jornalista e execraram as colocações feitas por Waack.

Os vídeos geraram uma repercussão muito negativa tanto para William Waack, como para a Rede Globo de forma que antes do término desta quarta-feira, o canal lançou uma nota pública.

A atitude tomada pela Rede Globo

Na nota publicada no site G1 (um dos principais veículos virtuais de notícias do canal) a Globo afirma que é profundamente contra o racismo em todas as suas manifestações possíveis e que não tolera este tipo de postura por parte dos seus jornalistas.

A Globo afirmou estar afastando William Waack do comando do Jornal da Globo em decorrência do vídeo que passou a circular hoje na internet "até que a situação esteja esclarecida."

A Globo sinaliza que William Waack é um dos mais respeitados jornalistas de todo o Brasil e que o profissional possui um currículo extenso com muitos serviços prestados ao jornalismo. O canal também afirma que a TV Globo, a partir de quinta-feira (09 de outubro de 2017) estabelecerá um diálogo com o envolvido para decidir como ambos decidirão os próximos passos a serem tomados.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo