Desde sua estreia na Record TV que a novela "apocalipse" vem causando polêmica entre os telespectadores. A maior delas se refere a uma semelhança entre a igreja fictícia da trama bíblica de Vivian de Oliveira e a igreja Católica. Baseados neste fato, muitos católicos passaram a acusar a emissora de usar a novela para atacar sua religião.

Em uma entrevista recente, o ator que faz o sacerdote mestre da "Sagrada Luz", igreja fictícia do folhetim, comentou o assunto. Flávio Galvão, conhecido por sua experiência em Novelas consagradas na Rede Globo, com "Tieta", "Senhora do Destino" e tantas outras, falou ao UOL sobre seu papel na produção bíblica da Record TV.

Flávio Galvão, que vive o personagem Stefano Nicolazzi em "Apocalipse", defendeu a novela. O ator, apesar de não ter comentado a semelhança existente entre as igrejas, deixou claro que a produção não tem intenção nenhuma de atacar a Igreja Católica.

O veterano foi além. Ele argumentou que o fato de algumas pessoas acharem que a trama bíblica é feita para atacar os católicos é uma bobagem. Galvão citou os livros "Código da Vinci" e ‘Anjos e Demônios’, conhecidos em todo o mundo como forma de abordar o tema religioso. Para ele, não se pode censurar um assunto apenas porque algumas pessoas não gostam.

O ator ainda enalteceu dizendo que o trabalho é uma dramaturgia e que se considerasse uma forma de atacar uma ou outra religião, ele próprio não aceitaria o papel.

Para finalizar, Flávio Galvão falou sobre seu personagem na novela.

Ele disse que Stefano tem um lado político muito forte. Em breve, alguns fatos do passado vão começar a surgir na vida do sacerdote e muita coisa vai mudar. Vivian de Oliveira cria situações fictícias para o personagem na trama que vão surpreender o público. [VIDEO]

Este é o primeiro trabalho de Flávio Galvão nas novelas da Record TV. Na Globo, sua última aparição foi em "Império", em 2015, quando interpretou um personagem mulherengo chamado "Reginaldo".

Atuando na emissora dos "Marinho" desde a década de 80, o ator fez sucesso em "Tieta", quando viveu o comandante Dário. Galvão relembra com saudades dessa época e diz que era gratificante atuar na obra de Agnaldo Silva. Ele destaca que a TV Globo valorizava e incentivava a criatividade dos atores. [VIDEO]

Em "Apocalipse", seu personagem vai se envolver em uma grande conspiração com Ricardo Montana para dominar o mundo. A princípio, o sacerdote será iludido por um discurso de paz, mas, no futuro, a máscara cai e a ambição começa a falar mais alto.

Apesar de estar com baixa audiência, a emissora espera reverter o quadro com a exibição de capítulos especiais que vão retratar passagens importantes do livro bíblica que da nome à novela.