Para quem não sabe, Toyotaro é o sucessor de Akira Toriyama, criador de Dragon Ball, nos anos 80. O trabalho de Akira é conhecido por ter um pouco de agressividade nos Animes e mangás, contendo mortes, sangue e até algumas cenas mais inapropriadas para menores de idade [VIDEO]. Depois que Dragon Ball se tornou conhecido mundialmente veio a fama e a censura, pois alguns países tiveram que restringir episódios, pois a maior parte do público é infantil.

Com Toyotaro entrando na equipe, as coisas tiveram que mudar. Temendo perder a parceria com alguns anunciantes, eles adaptaram a nova série de forma que continuem tendo batalhas, mas de forma mais branda, sem sangue e sem muita violência explícita.

Assim, a saga atual do torneio do poder pode ser transmitida em qualquer horário para qualquer público. Os fãs mais antigos notaram a diferença e começaram a criticar Toyotaro, por "estragar" a obra de Akira. [VIDEO]

Ao ser questionado sobre o assunto, Toriyama disse, em entrevista, que nada do que Toyotaro publica é sem a sua autorização. Ele também o criticou dizendo que as batalhas estão muito delicadas e gostaria que fossem mais fortes, como antes, chegando a pedir para que Toyotaro corrigisse alguns rascunhos. A notícia repercutiu na mídia e muitos fãs acharam que era o fim de Toyotaro na franquia.

Akira acabou tomando uma decisão muito importante. Ele considerou dizendo que um único episódio demora cerca de 6 meses para fazer, custando pelo menos 50 mil dólares cada um. Somando ao alto custo eles ainda tem de lidar com a pirataria, que lhes causa prejuízos enormes.

Além disso, se eles voltarem a fazer cenas muito violentas a censura e a crítica não irão aprovar. Se eles perderem parcerias e anunciantes o prejuízo será enorme, visto que o investimento não é baixo. Assim a decisão de Toriyama foi de concordar com Toyotaro e aceitar as cenas menos agressivas.

Os rumores de que Akira não gosta do trabalho do Toyotaro e que ele estaria fora da equipe de produção não procedem. Toryama gosta do trabalho do seu sucessor e o aprova, só fica chateado por causa da censura, mas não há o que fazer, pois de fato a maior parte do público é infantil e os episódios são transmitidos no domingo pela manhã, no Japão, então eles são obrigados a aceitar as condições.

Alguns fãs ainda preferem a versão mais violenta de Akira, dizendo que a série Dragon Ball é para adultos, mas o público infantil não pode ficar de fora e eles têm de ser respeitados.