Em uma entrevista recente, Akira Toriyama revelou sua opinião sobre as criações de Toyotaro. Para quem não sabe, ele é o sucessor de Akira e tem feito grande trabalho em Dragon Ball Super, Dragon Ball GT e seu novo projeto de Future Trunks. O idealizador de Goku e suas tramas agora passa o tempo supervisionando o trabalho de Toyotaro, que se dedica a continuar a obra do idealizador da série.

O público que acompanha Akira desde os anos 80, quando Dragon Ball ainda era apenas um mangá, aprova toda a sua criação, sem ressalvas. Pensando no futuro, ele escolheu Toyotaro para dirigir o mangá Dragon Ball Super.

Todos que acompanham o trabalho deles de perto perceberam que os dois têm grande afinidade e paixão pelo que fazem. Toriyama revelou que, de modo geral, está bem satisfeito com o trabalho de Toyotaro. Ele, por sua vez, dá todo o mérito ao criador da franquia, mostrando-se um eterno fã.

Toyotaro é responsável por toda a trama envolvendo Goku e Zamasu, porém Akira fez várias interferências e críticas durante a criação do enredo. Ele mesmo afirmou que nada é produzido sem sua autorização. Para a elaboração de Future Trunks, Toriyama mandou Toyotaro corrigir os rascunhos várias vezes, até que ficasse do seu agrado.

Akira revelou que Toyotaro estava seguindo muito a linha de pensamento original da série, mas que depois de um tempo passou a dar seu próprio toque pessoal.

Porém, a crítica maior de Toriyama foi referente às criações das batalhas. "As cenas estão muito delicadas, precisam ter um toque mais rude", afirmou.

De fato, antigamente as lutas tinham mais violência, incluindo sangue e mortes. Porém, com a venda da franquia para outros países, muitas cenas foram censuradas, por conterem imagens consideradas inadequadas para crianças.

Para não ter problemas com anunciantes e crítica do público, a produtora achou melhor produzir cenas mais brandas, a fim de não ter nenhum tipo de prejuízo com censura e a crítica.

Toyotaro leva em consideração que a franquia é conhecida mundialmente e cada país tem uma cultura e costumes, por isso ele faz as cenas de forma universal, sem ferir nenhum tipo de crença nem chocar o público.

Outro fato é que tanto o anime quanto o mangá ganharam fãs com menos idade, principalmente no ocidente. Atualmente o anime é transmitido no Japão pela manhã, com a maior parte do público infantil. Assim, ele adaptou tudo de modo que as crianças possam ver a saga do torneio sem que isso venha causar algum problema.

Siga a página Animes
Seguir
Siga a página Dragon Ball
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!