Publicidade
Publicidade

Um dos responsáveis por um dos crimes que mais abalaram o Brasil em toda a sua história, se tornou pastor de uma igreja evangélica de Belo Horizonte. Guilherme de Pádua e sua ex-esposa Paula Tomaz assassinaram a atriz Daniella Perez, filha da autora Glória Perez no dia 28 de dezembro de 1992. Um crime bárbaro que chocou o mundo dos famosos e toda a sociedade brasileira, a frieza e a crueldade do casal deixou a todos perplexos com o enredo de terror que cercou o crime. Saiba mais.

O crime que chocou o Brasil

Aos 22 anos, no auge de sua carreira, a atriz Daniella Perez foi assassinada covardemente pelo ex-ator Guilherme de Pádua de 23 anos, que arquitetou um plano macabro com Paula Tomaz de 19 anos, grávida de quatro meses e que na época, era a esposa do ator.

Publicidade

Guilherme vivia seu primeiro grande papel em uma novela e contracenava com Daniella, os dois faziam um par romântico no folhetim 'De Corpo e Alma' de Glória Perez.

No dia 28 de dezembro, Daniella gravou a novela e deixou o Projac para nunca mais voltar. Naquela noite, Daniella foi seguida por Guilherme e Paula, o casal conseguiu sequestrar a jovem depois que ela parou para abastecer seu carro, de lá eles partiram para um terreno baldio, onde Daniella foi brutalmente assassinada com 18 tesouradas e estrangulada.

O ex-ator afirmou que o crime foi motivado pelo ciúme doentio de Paula.

Guilherme foi julgado e condenado a 19 anos de prisão, Paula a 18 anos, porém ambos não ficaram mais do que sete anos de presos e deixaram a cadeia em condicional.

Do crime ao altar

De acordo com o portal de notícias online do jornal 'Extra', o ator se converteu há aproximadamente 15 anos e nesse fim de semana, ele se tornou pastor em uma igreja evangélica em Belo Horizonte. As fotos do momento em que Guilherme é oficializado como pastor, foram postadas por Juliana Lacerda, atual esposa do ex-ator.

Publicidade

O casal cursou teologia e se formaram há pouco tempo, com direito a colação de grau, festa, beca e tudo mais que se tem direito. Juliana e Guilherme se casaram em março deste ano e moram em Belo Horizonte.

A esposa do assassino confesso de Daniella Perez, fez uma homenagem ao ex-ator e agora pastor nas redes sociais, “Enfim, agora Pastor Guilherme! Ele esperou mais que 15 anos para que esse dia chegasse, mas como nós dizemos, tudo no tempo do Senhor. Chegou o seu tempo meu amor”.

Crimes Hediondos

A comoção e a revolta por causa do crime foram tão grandes, que Glória Perez conseguiu, em pouco tempo, reunir 1,3 milhão de assinaturas, para que o homicídio qualificado passasse a ser considerado crime hediondo.

Infelizmente, como o crime ocorreu antes da alteração na lei, Guilherme e Paula não foram afetados pela mudança.