Publicidade
Publicidade

Que Anitta está no topo do pop nacional ninguém duvida. O ano de 2017 foi de ouro para a cantora, Anitta lançou vários sucessos que permaneceram por muitos meses no topo das paradas de sucesso, inclusive uma grande pareceria com a cantora Pabllo Vittar e o produtor Diplo, quando o trio lançou junto a musica “Na Sua Cara”, que em menos de 24 horas bateu todos os recordes de visualização no Youtube.

Além de parcerias com Simone e Simaria, Wesley Safadão e Nego do Borel, Anitta iniciou carreira internacional, onde está tendo grande destaque.

Publicidade

Em entrevista para o programa da Rede Globo, o Caldeirão do Huck a cantora confessou que iniciar carreira internacional é muito complicado, e que ela estava se sentindo como se estivesse reconstruindo sua carreira do zero.

Apesar de todo seu esforço para alcançar o sucesso internacional, Anitta lançou o projeto checkmat onde a artista prometeu lançar um single e um clipe por mês, e o resultado superou todas as expectativas. O público está aguardando para o mês de dezembro o lançamento do clipe “Vai, Malandra”, onde a cantora gravou no morro do Vidigal com o polêmico biquíni de fita.

Mesmo sendo considerada a “Mulher do Ano” pelo premio "GQ Brasil Men Of The Year 2017", Anitta se envolve em polemicas, a ultima foi envolvendo a cantora pop Pink.

Anitta estaria sendo copiada por cantora americana?

O novo single “Beautiful Trauma” da cantora americana Pink foi alvo de críticas pelos fãs de Anitta, que consideraram o clip uma cópia do hit “Essa mina é louca.”

O clip tem quase a mesma fotografia de uma típica família feliz dos anos 40, além de intervenções de pop art trazidas para os clipes das músicas do CD “Bang”, de Anitta, e concebido pelo diretor Giovanni Bianco. O figurino e o cenário também são repletos de cores vivas e alusivos que remetem à época vintage, e ao final o clip termina com créditos com fontes parecidas.

Publicidade
Os melhores vídeos do dia

O clip de Pink conta a história de de uma dona de casa que é muito divertida e ativa, vivida pela própria Pink e o seu marido que é totalmente diferente, vivido pelo ator de comedia Channing Tatum.

Apesar das muitas críticas dos brasileiros, ambos os clipes estão maravilhosos, se você gostou do colorido e dos figurinos excêntricos usados por Anitta no clipe “Essa mina é Louca” vai gostar bastante do clipe “Beautiful Trauma”, da Pink. Particularmente achamos a fotografia escolhida e a direção de imagens maravilhosas.

Não acreditamos que tenha sido uma cópia descarada da Pink, até porque tanto a Pink quanto a Anitta tem um grande histórico de músicas e clipes com alto nível de criatividade e originalidade. Vale a pena conferir ambos os clipes.

O clipe Essa Mina É Louca, de Anitta:

O clipe Beatiful Trauma, da Pink:

E aí, qual você prefere? Deixe sua opinião nos comentários!