Sergio Valente, Diretor de Comunicação da Rede Globo de Televisão, trouxe à tona dois casos pra lá de polêmicos que complicaram a emissora neste ano, gerando grande burburinho, tanto pela opinião pública como pelos bastidores do canal. Valente concedeu uma entrevista para o portal 'Notícias da TV', vinculado ao Uol, e resolveu relatar os casos envolvendo o veterano ator global José Mayer e o jornalista e âncora do ''Jornal da Globo'', William Waack.

Valente admitiu que os casos trouxeram momentos conturbados à emissora, mas o objetivo é seguir as regras e valores impostos pelo canal, punindo os culpados.

Publicidade

O diretor avaliou que o a conduta da Globo vai contra a qualquer caso relacionado a racismo ou assédio sexual, e disse que mesmo sendo ''doloroso'' colocar em prática suspensões ou condenar os culpados, isso seria o ideal para evitar mais casos como estes.

Caso do ator José Mayer ainda repercute forte nas redes sociais

O ator José Mayer foi acusado por uma figurinista da Globo de assédio sexual. O ator teve sua reputação ''manchada'' e precisou se afastar para conseguir lidar com a situação que o colocou em grande saia justa.

Por outro lado, o apresentador do ''Jornal da Globo'' William Waack, acabou sendo flagrado em um vídeo dizendo termos racistas contra um motorista que estaria causando barulho durante a gravação. O vídeo foi exposto nas redes e mostra Waack falando que a atitude do motorista seria ''coisa de preto''.

O diretor diz que a Globo "tem uma missão, que está escrita há muito tempo, um compromisso que ela assumiu como empresa". Com isso, seria obrigação da emissora tomar atitudes pontuais sobre os casos, encontrado melhor maneira de punir os culpados pelos crimes.

Publicidade

Suspensão na Globo

José Mayer acabou sendo punido no mês de abril deste ano após depoimento da figurinista Su Tonani, que afirmou ter sido tocada pelo ator em suas partes íntimas sem seu consentimento. Mayer foi afastado de novelas e ficou um bom tempo fora do ar, mesmo assim ele segue como contratado da Rede Globo. A suspensão de William Waack aconteceu no início do mês de novembro.

Em um evento realizado no último dia 30 de novembro, o diretor Sergio Valente compareceu e reafirmou que a emissora é disposta a assumir seus compromissos e valores, respeitando todas as cores e etnias, com o objetivo de trazer um ambiente harmonioso para o convívio de todos.

O evento foi batizado de ''Mobilize!'' e tratou se temas como ''empoderamento feminino'' e a luta contra o racismo.