roberto cabrini, novamente, sai à frente de seus colegas e consegue uma entrevista em primeira mão com Dayane Alcântara Couto de Andrade, ou Day McCarthy, a mulher de 28 anos que chocou o Brasil ao falar mal de titi, Rafaella Justus e ainda ameaçar vazar um vídeo de Anitta, supostamente usando cocaína, que é uma droga ilícita no Brasil.

Se você não se lembra do caso, Day foi responsável por irritar todo o Brasil ao praticar atos racistas contra a filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank.

Publicidade
Publicidade

No vídeo, ela agrediu a menina dizendo que ela era horrível, tinha o cabelo horrível, chamou de macaca e ainda usou diversos outros adjetivos maldosos direcionados a uma criança que não sabe nem mesmo ler ou se defender.

Os pais de Titi não tiveram dúvida e denunciaram a mulher na Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), na Zona Norte do Rio de Janeiro, relatando todas as ofensas e apresentando as provas disponíveis na internet.

A entrevista que foi feita por vídeo conferência com Day, mostrou o quanto cruel pode ser o ser humano. Ela chegou a confirmar que é mesmo racista e que não iria pedir desculpas para os pais de Titi.

Roberto Cabrini entrevista Day McCarthy que atacou filha de Bruno Gagliaso: “Sou racista, mas eu não posso controlar”. (Foto Reprodução).
Roberto Cabrini entrevista Day McCarthy que atacou filha de Bruno Gagliaso: “Sou racista, mas eu não posso controlar”. (Foto Reprodução).

Day McCarthy afirma: 'eu não quero ser falsa, não tô preparada pra pedir desculpas a eles.'

Ao longo da entrevista, Cabrini questiona a mulher se ela irá pedir desculpas aos pais da menina ofendida. Ela diz que não irá pedir desculpas neste momento, pois se o fizesse estaria sendo falsa.

Ela ainda diz que pedir desculpas de nada vai adiantar e não vai voltar atrás no que fez. Ela ainda 'promete' sentar e conversar com ela mesma e caso se arrependa de verdade, aí sim, irá pedir desculpas.

Quando questionada se ela era racista, ela confirma ser.

Publicidade

'Sei que eu sou Racista', Day McCarthy

'Eu sei que estou errada e pretendo sim, buscar ajuda psicológica', revelou a mulher. Ela também confirmou que é racista e que não sabe como fazer para se controlar.

Também disse que quando entender melhor o que fez quer pedir desculpas para Titi e diz que ela não quer a menina cresça com as cruéis palavras que ela disse para a menina negra. Ainda torce para que o assunto morra antes que Titi tenha 10 anos e entenda as agressões feitas a ela.

A entrevista vai ao ar neste domingo, 17 de dezembro, à meia noite, no SBT, no programa de Roberto Cabrini, no especial 'Retrospectiva 2017'. O programa também apresentará outros temas, como por exemplo, a Lava-Jato e as delações premiadas.

Veja mais sobre o assunto Day McCarthy

PCC mandou matar DayMcCarthy por R$ 50 mil? Veja o que aconteceu

Polícia localiza DayMcCarthy, mulher é ouvida e seu destino é ainda pior

Leia tudo e assista ao vídeo