Depois de semanas de negociação, em um acordo multibilionário, a The Walt Disney Company confirmou hoje (14) que adquiriu algumas divisões da 21st Century Fox. O valor aproximado da negociação foi de US$ 52.4 bilhões.

Em relação as produções, o comunicado aponta que a Disney tem em suas mãos filmes e franquias renomadas do estúdio, como por exemplo, 'Avatar', 'X-Men', 'Deadpool', 'Quarteto Fantástico', 'Os Simpsons', entre outros....

Portanto, esse assunto não é somente do interesse dos investidores, mas sim de toda a legião de fãs dos filmes de super-heróis. Visto que, esse acordo poderá refletir em algumas mudanças nas próximas produções dos filmes do Universo da Marvel. Agora, sob o poder da Disney.

No momento, a Fox possui direitos sobre alguns filmes da Marvel, como 'Quarteto Fantástico' e 'X-Men'. O conceito mais defendido entre os críticos, é de que com a mistura entre essas duas grandes empresas, a Disney poderá trazer os personagens dessas produções para o Universo Cinematográfico Marvel (UCM).

Provavelmente, em um futuro não tão distante, poderemos ver Wolverine em um filme dos Vingadores.

Entretanto, os fãs do querido 'Deadpool' não estão muito contentes com essa escolha. Afinal, o Mercenário Tagarela é favorito pelas piadas indecentes, humor negro, por realizar cenas de violência explícita e pelos palavrões. Um perfil totalmente contrário ao da Disney.

Mas não há motivo para tanta preocupação.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Seriados

Bob Iger, CEO da Disney falou especificamente sobre o anti-herói, com um discurso animador para os fãs do mutante violento.

"O Deadpool tem sido e sempre será uma marca da Marvel. Porém, cremos que pode existir a oportunidade de uma marca Marvel para maiores, para algo como Deadpool", afirmou Bob Iger, realçando que é somente questão de avisar o público sobre o que esperar das produções do personagem.

Disney VS Netflix

Há alguns meses a The Walt Disney Company informou seu interesse em criar seu próprio serviço de streaming.

Agora, a mesma declarou no comunicado oficial que essa compra irá possibilitar a elaboração de mais conteúdo, eventualmente para seu serviço de streaming, que pretende lançar em 2019 para concorrer com a atual grande dos streamings Netflix.

Portanto, Bob Iger, declarou que o serviço será mais barato que o da concorrente e que contará com uma vasta biblioteca de filmes, séries e desenhos, como as produções de Marvel, Pixar, Star Wars, entre vários outros, como também jogos transmitidos pela ESPN.

"Consigo dizer que o nosso plano é que o preço seja abaixo do que é a Netflix. Em parte, isso reflete o fato de que o nosso serviço terá um volume menor de conteúdo", esclarece Robert. "Terá bastante qualidade por conta das marcas e franquias disponíveis. Mas, lançaremos com menos volume e o preço irá refletir nisso".

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo