Uma das maiores emissoras de televisão em todo o mundo, também considerada a maior rede de televisão do Brasil, a Rede Globo de Televisão [VIDEO], pertencente à família do jornalista falecido Roberto Marinho, se tornou a grande protagonista de maior mudança já realizada nas Organizações Globo, como empresa de telecomunicação.

Um dos principais motivos que deflagraram que a Rede Globo estaria atravessando momentos complicados, senão, o momento de maior dificuldade em toda a sua história, veio à tona, a partir da rescisão de contrato de trabalho de um dos mais respeitados nomes do Telejornalismo da Emissora, o então apresentador do "Jornal da Globo", William Waack.

Após a divulgação de um episódio de suposto racismo por parte do jornalista, durante a cobertura das eleições presidenciais norte-americanas, na manhã da última sexta-feira (22), encerrou-se um ano extremamente turbulento para o telejornalismo global.

Grandes profissionais deixam a emissora

Vale ressaltar que não apenas o episódio altamente polêmico, envolvendo o jornalista William Waack, repercutiu intensamente perante à sociedade civil, redes sociais e até nos corredores da emissora da família Marinho. Outro caso que repercutiu muito, trata-se da demissão do jornalista âncora do "Jornal Hoje", Evaristo Costa. O profissional deixou os quadros da emissora e somado a William Waack foram menos de doze meses, a perda de dois âncoras dos principais telejornais da emissora, exceto o "Jornal Nacional", considerado o telejornal mais popular e de maior audiência em todo o país.

Essas alterações substanciais ocorridas no quadro de colaboradores do telejornalismo da Rede Globo, pode ser algo considerado como a maior dança das cadeiras do século, em se tratando da saída de profissionais e possibilitando o preenchimento das vagas de apresentadores âncoras da emissora carioca.

Entretanto, pode-se compreender que a primeira grande movimentação da Rede Globo, em se tratando de mudança de profissionais em suas bancadas de apresentadores [VIDEO], se iniciou em meados de novembro de 2014, quando a apresentadora Renata Vasconcellos, assumiu o lugar de apresentadora de Patricia Poeta, no "Jornal Nacional". Naquela ocasião, Poliana Abritta foi para a revista eletrônica dominical da TV Globo, o programa "Fantástico". Todas essas alterações não se comparam com o "efeito dominó" que se passou recentemente na rede de televisão. Outra mudança no telejornalismo da Globo que virá à tona neste domingo (24), será revelada aos telespectadores. Dony De Nuccio assumirá o comando da apresentação do "Fantástico", no lugar de Tadeu Schmidt, de férias.