Pela segunda vez na carreira. Gugu Libertado está deixando a TV Record. Segundo informações publicadas pelo jornalista Ricardo Feltrin em sua coluna no portal de notícias UOL, o apresentador informou a direção da emissora de Edir Macedo que está deixando a mesa de negociação e que não renovará seu vínculo, que vence no próximo dia 31.

Ainda de acordo com o colunista, o apresentador não aceitou a forma de trabalho que lhe foi proposta, com ele deixando de ser um apresentador solo, para comandar atrações, como reality shows, a exemplo do que ocorreu com Xuxa Meneghel, que perdeu o programa e aceitou comandar o formato “Dancing Brasil”.

Publicidade
Publicidade

Por outro lado, a emissora nãos e interessou pelo seu programa para o próximo ano.

Gugu disse ainda não entender os motivos que levaram a Record a cortar seu programa, uma vez que, segundo ele, a atração era lucrativa. Seu último programa, que concorreu com a final da Copa Libertadores da América, com apenas uma hora de duração, teve quatro intervalos comerciais. “A Fazenda”, que veio logo na sequência e teve duas horas de duração, foi interrompida apenas uma vez para os reclames.

Gugu não deve seguir na emissora da Barra Funda
Gugu não deve seguir na emissora da Barra Funda

Mas parece que a emissora pensa de forma diferente. Tanto que, segundo o colunista Flávio Ricco, também do UOL, na última quinta-feira (30), divulgou que toda a equipe de produção a tração comandada por Gugu nas noites de quarta-feira foi dispensada. A reportagem disse ainda que o apresentador ainda não tem planos para 2018.

Caso não chegue mesmo a um acordo, essa será a segunda despedida de Gugu da Record. Contratado no final de 2009, após uma carreira toda no SBT, em 2013, ele aceitou fazer um acordo de rescisão e recebeu uma indenização milionária. Depois de dois anos fora do ar, ele retornou à emissora da Barra Funda em 2015, desta vez para comandar atrações durante a semana.

Publicidade

Estratégia de jogo duro nas renovações

Essa possível segunda despedida de Gugu da Record é furto de uma nova estratégia dos diretores da casa na renovação de contrato com suas estrelas. Entendendo que o mercado televisivo brasileiro atravessa uma crise, o que reflete na capacidade e interesse da concorrência em brigar por grandes contratações, a emissora tem sido mais estratégica na hora iniciar conversas com seus grandes nomes.

Antes, era de costume iniciar as conversas para renovação um ano antes do vencimento dos vínculos, situação bem diferente dos dias atuais.

Isso também é entendido como um recado da emissora aos artistas de quem ninguém é insubstituível.

Leia tudo e assista ao vídeo