Um dos assuntos mais comentados no Brasil no final deste ano com certeza foi o caso de racismo em vídeo do ex-âncora do Jornal da Globo, William Waack [VIDEO], que teve seu vídeo postado por um ex-funcionário da emissora, gravado durante o intervalo da cobertura das eleições norte-americanas de 2016, em Washington. .

No mesmo dia que o vídeo foi vazado na internet, com autorização da própria emissora, a Globo [VIDEO] anuncia a saída de William Waack do Jornal da Globo, alegando ser totalmente contra o racismo em qualquer tipo de manifestação.

Algumas reuniões entre os diretores da emissora e o jornalista aconteceram em torno desse um mês que se passou, mas nesta sexta-feira de manhã a Rede Globo se manifestou por via de um comunicado oficial, assinado pelo seu diretor de jornalismo Ali Kamel, que a emissora rescindiu o contrato de prestação de serviços com o ex-âncora, através de acordos que levam a sua demissão e substituição no Jornal da Globo que será efetivada pela jornalista Renata Lo Prete, que estava apresentando o jornal desde a saída do ex-âncora.

No mesmo comunicado oficial, William Waack afirma em texto que nem na gravação e em outro momento de sua vida, ele teve intenção de protagonizar um caso de racismo e diz repudiar qualquer forma de racismo, se desculpando com quem se sentiu ultrajado. Ele afirma que luta por uma sociedade inclusiva e respeita as diferenças. Mas para a emissora o melhor caminho foi encerrar o contrato de prestação de serviços e assim finalizou o comunicado reafirmando ser contra qualquer tipo de manifestação racista, e Waack aos anos de excelência profissional na emissora e a contribuição que ele fez ao jornalismo brasileiro.

O caso de Waack não foi o único a repercutir nas redes sociais e virar assunto nas manchetes do jornalismo brasileiro. Nessa mesma semana, quarta-feira, dia 20 de novembro, o apresentador Fábio Araújo apresentador do programa Tambaú Notícias, da TV Tambaú, canal paraibano filiado ao SBT, teve sua suspensão do programa, após fazer comentários homofóbicos à cantora e drag queen Pablo Vittar [VIDEO].

Durante a primeira edição do Tambaú Notícias que é transmitido pela web e 100% interativo com os internautas que o assistem, o apresentador acabou sendo alvo de críticas e xingamentos pela internet após os comentários. Fábio Araújo comenta a polêmica entre o cantor brega Falcão e Pablo Vittar, até fazer uma “comparação” entre as músicas de Pablo Vittar e Falcão para escolher qual era melhor, então colocam a música Holiday foi Muito de Falcão e no trecho “homem é homem, menino é menino, macaco é macaco e viado é viado” enquanto cantava a música, apontava para a foto de Pablo Vittar.

Com brincadeira de péssimo gosto, cantando, rindo e apontando para Pablo Vittar, no mesmo momento os internautas começaram a se manifestar e desaprovar a atitude do apresentador, apontando como uma atitude homofóbica por querer julgar e classificar a cantora apenas por sua opção sexual. A direção do programa descontente com a repercussão que se levou, decidiram suspender o apresentador por 7 dias.