Publicidade
Publicidade

O veterano apresentador Antonio Augusto de Moraes Liberato, o conhecido Gugu, 58 anos de idade, estaria em péssimo momento de sua carreira na emissora de Edir Macedo, a Rede Record. No próximo dia 31 de dezembro, o contrato de Gugu expira e ele deveria fazer a renovação, garantindo seu lugar na emissora por mais alguns anos. No entanto, o apresentador reivindicou e disse que não irá negociar nenhuma proposta com a Record, dando adeus ao seu programa e uma nova proposta dada pela emissora.

Desde que o apresentador disse que não irá mais exercer suas funções, a Record não dialogou mais.

Publicidade

Segundo fontes, a possibilidade de uma reconciliação são remotas e o futuro do apresentador está longe das telinhas. As informações foram dadas por Ricardo Feltrin, colunista do portal de notícias UOL.

Acontece é que Gugu Liberado não quer se tornar como a Xuxa Meneghel. O apresentador não aceita comandar programas como reality shows e nem games. Gugu quer continuar com seu programa próprio, que, segundo ele, tem gerado muito lucro à emissora de Macedo.

Veterano na Televisão desde 1981, a Record deu uma recado enfático para Gugu: não queremos seu programa no formato atual.

O objetivo seria transferir Gugu para outros tipos de formato, da mesma forma que fizeram com Xuxa. Atualmente, a apresentadora conhecida como rainha dos baixinhos lidera o programa ''Dancing Brasil'', muito diferente do que estava acostumada a apresentar. Para Gugu, liderar um programa no estilo host seria o fim e ele não aceita de maneira alguma.

Nos próximos meses, a Rede Record tem a proposta de importar o ''Power Couple'' e gostaria de ter Gugu como o apresentador desse novo produto. O apresentador diz não entender o porquê de a emissora tomar essa decisão e querer afastar seu tradicional programa ''muito lucrativo''.

Publicidade

Segundo o UOL, o programa de Gugu, durante a última quarta-feira, dia mais concorrido devido aos jogos de futebol, ficou ao ar por cerca de 1 hora. No entanto, o programa apresentou cerca de quatro propagandas, e o lucro estaria nos breaks comerciais.

Sobre 2018, Gugu Liberato não revelou para ninguém o que irá fazer. Por outro lado, ele é visto como um grande empresário na área de restaurantes, licenciamento de produtos, entre outros. A Record foi a responsável por tirar Gugu do SBT e transferi-lo, em 2009, para a emissora.

Em 2013, ele chegou a fazer uma rescisão de contrato e recebeu indenização milionária.