Reclusa por dez anos em um manicômio, Clara (Bianca Bin) agora só pensa em se vingar e retomar e carinho e a guarda do filho, Tomáz (Vitor Figueiredo). Depois de fugir dentro de um caixão e quase morrer afogada, a mocinha de 'O Outro Lado do Paraíso' retorna a Palmas totalmente mudada, tanto fisicamente quando espiritualmente. Por isso, resolve reaparecer na frente de todos durante o maior evento da cidade com toda a pompa, usurpando, inclusive, o título de embaixatriz de Sophia (Marieta Severo).

Publicidade

Ao ver a ex-nora livre e extremamente saudável, Sophia não se conforma e decide, mais uma vez, dar um fim naquela que pode atrapalhar os seus planos.

Certa de que somente uma nova interdição afastaria Clara das minas de diamantes, Sophia pede para o psiquiatra Samuel (Eriberto Leão) um remédio extremamente forte e alucinante, capaz de deixar quem tomar fora de sim por muito tempo. O médico então atende ao pedido da socialite e lhe entrega o comprimido com as especificações desejadas. Sophia imediatamente liga para Clara e diz que deseja vê-la, e marca um encontro para o dia seguinte.

Enquanto isso, a vilã contata Irene (Luciana Fernandes), que nesse momento trabalha para Clara como doméstica. A megera lhe dá uma grande soma de dinheiro e pede que esta despeje o conteúdo do comprimido dentro do suco que Clara for tomar quando ela estiver com Sophia.

Irene aceita a proposta e, no dia seguinte, Clara recebe Sophia sem desconfiar de toda a armação. Sophia alega estar com sede e Clara então pede que Irene lhe traga dois refrescos. A empregada chega a despejar o conteúdo no copo, mas, arrependida, resolve jogar o conteúdo fora.

Publicidade

Clara aparece neste momento e pergunta o que está acontecendo. É quando Irene conta sobre o pedido de Sophia. Clara então pede que Irene mantenha o remédio no suco, mas dê o suco envenenado para Sophia, que sem saber de nada bebe a substância e logo começa a passar mal e ter alucinações.

Em casa, a megera só piora e diz coisas sem nexo, deixando Renato (Rafael Cardoso) certo de que é necessário interná-la. A mesma só não acontece porque Lívia (Grazi Massafera) implora para que o médico resolva a situação sem recorrer a hospitais e sanatórios.

Renato, por fim, deixa a sogra trancada em um quarto, aos berros e totalmente fora de si. Depois de muito gritar, a vilã acaba dormindo e, no dia seguinte, recobra a consciência com uma intensa dor de cabeça. Certa de que foi vítima do próprio veneno, ela não conta a ninguém o que ocorreu e pensa em uma nova estratégia para acabar com aquela que considera inimiga.