No fim da década de 90 e início dos anos 2000, ele foi um dos mais atuantes laterais do Futebol brasileiro. Jogou no Palmeiras e Corinthians, os maiores times do estado de São Paulo.

Em 2009, Rogério Fidélis Régis decidiu se aposentar mas, dois anos depois, voltou aos gramados paulistas para disputar a Série A-3 do estadual pelo Grêmio Osasco que, na época, era comandado pelo ex-companheiro corintiano Vampeta.

Atualmente ele desempenha a função de gerente de futebol no mesmo clube, localizado na região metropolitana de São Paulo.

Nesta quinta-feira (14), Rogério acabou detido por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal na cidade de Avaré, interior paulista (a 270 quilômetros da capital).

Procurado pela Justiça de São Paulo por não pagamento de pensão alimentícia, coube aos agentes rodoviários o cumprimento da ordem de prisão.

Segundo informações do plantão policial de Avaré, a dívida acumulada entre os meses de dezembro de 2012 a julho de 2016 supera R$ 600 mil.

Momentos antes de sua prisão Rogério havia participado de um evento em Ourinhos, no interior, juntamente com sua atual esposa e dois filhos, além dos ex-companheiros de futebol Pavão, ex-lateral-direito que jogou no São Paulo Futebol Clube, e Edílson Capetinha, ex-atacante que, entre tantos clubes, jogou no Palmeiras e Corinthians e foi colega de elenco de Rogério.

Não perca as últimas notícias!
Clique no tema que mais te interessa. Vamos te manter atualizado com todas as últimas novidades que você não deve perder.
Futebol Palmeiras

No ginásio municipal de Ourinhos, os ex-jogadores se apresentaram em uma partida de futebol beneficente. Segundo Pavão, após o jogo, todos foram a um restaurante e Rogério deixou o local por volta de 3h.

O ex-jogador passou a quinta-feira detido na cadeia do Plantão Permanente da Polícia Civil de Avaré e deve ser liberado após pagamento de fiança, ainda a ser estipulada pelo juízo da cidade.

Nascido em Campinas, também no interior de São Paulo, em 28 de fevereiro de 1976, Rogério começou a atuar profissionalmente em 1995, aos 19 anos, vestindo as cores do União São João de Araras-SP.

Conquistou muitos e grandes títulos quando defendia o Palmeiras, entre os anos de 1996 e 2000, atuando como volante e meia. Pelo Verdão, Rogério foi campeão do Paulistão de 1996, da Copa Mercosul e Copa do Brasil, em 1998, do Torneio Rio-São Paulo de 2000, e da Copa Libertadores da América, em 1999.

Foi contratado pelo rival do Palmeiras, o Corinthians, em 2000, onde jogou por quatro anos e conquistou o Paulista de 2001, o Torneio Rio-São Paulo de 2002 e a Copa do Brasil, também em 2002, e outro estadual em 2003.

Sua saída do Palmeiras para o Corinthians foi conturbada e rendeu ao ex-atleta uma ação judicial, movida pelo clube das Perdizes. Em 2011, o Verdão saiu vencedor e a Justiça paulista definiu que o clube deveria ser indenizado em R$ 34 milhões. Entretanto, até hoje, o Sport Club Corinthians Paulista não realizou o pagamento.

Não perca a nossa página no Facebook!
Leia tudo