Este artigo possui spoilers dos episódios de Dragon Ball Super. Se você ficou curioso para saber mais sobre os irmãos androides, continue lendo. Para quem acompanha Dragon Ball há mais tempo sabe que os androides 17 e 18 eram vilões. Poucos sabem sobre o assunto, por isso a história foi relembrada no mangá que iniciará o Torneio do Poder em breve.

Toyotaro disse em entrevista que pretende dar mais detalhes sobre os personagens no mangá, para que as coisas façam mais sentido, principalmente para o público mais novo, que está começando a acompanhar a franquia agora.

Androide 18

A 18 foi uma vilã muito temida pelos guerreiros Z.

Na saga, ela eliminou todos, menos Trunks e Gohan. Em uma linha do tempo alternativa, ela e seu irmão espalharam terror pelo mundo e Trunks volta ao passado para tentar mudar algumas coisas, mas Cell acaba surgindo e absorve a androide 18, se tornando um guerreiro aparentemente invencível. Porém, Gohan lhe dá um soco no estômago, e Cell [VIDEO]acaba vomitando a androide. [VIDEO]

Ao final, já com as esferas do dragão, os guerreiros Z pedem para que todos os mortos na batalha sejam ressuscitados. Kuririn tinha o desejo que 18 se tornasse humana, mas consegue apenas desativar os seus circuitos de autodestruição. Isso faz com que a androide se apaixone por ele. Eles se casam em tem uma filha, a Marron. A partir daí, 18 se torna uma mocinha. Portanto sua "fusão" com Cell acabou tendo um desfecho diferente, pois ele foi derrotado e ela acabou se apaixonando e tomando um rumo diferente em sua vida.

Androide 17

O irmão de 18 também tinha o objetivo maligno de destruir todos, principalmente Goku. Quando Kiririn desejou que a androide se tornasse humana acabou desativando os circuitos destrutivos do androide 17 também.

Isso fez com que ele se tornasse muito grato e acabou mudando completamente de vida. Hoje ele luta para defender o Universo 7 ao lado de antigos inimigos, que hoje se tornaram praticamente da família.

Kuririn

Embora os androides tenham um passado negro, hoje o amor é o que mais os motiva para lutar. Na batalha entre o Universo 7 e o Universo 2, é possível ver o cuidado que 17 tem por 18 e ambos se lembram de suas famílias. A 18 chega a mencionar para Ribrianne que ela quer lutar para sobreviver, pois tem marido e filha e quer muito voltar para casa.

Ao final do episódio, as guerreiras do Universo 2 chegam a admirar o amor do casal e todos se derretem com a cena que mostrou como o ato de altruísmo de Kuririn pode mudar a vida das pessoas.