A cantora Anitta [VIDEO] tem ganhado muita fama desde o lançamento de clipes polêmicos e dessa vez, ela foi abordada por uma das revistas mais famosas do país, a Marie Claire, para falar um pouco mais sobre sua enorme fama. Estampada na capa da edição do mês de fevereiro, a funkeira aparece como a carioca que ganhou repercussão mundial através do hit ‘Vai Malandra’, vídeo que foi publicado no Youtube no final do ano passado.

Na publicação da revista, é abordado o tema que ronda a polêmica que o clipe da Música causou ao ser lançado. Nas imagens do vídeo em questão, Anitta está na favela do Morro do Vidigal e em alguns trechos, toma banho de sol usando fita isolante para tapar as suas partes íntimas.

Usando isso, a reportagem resolveu sugerir que a cantora teria cometido um tipo de apropriação cultural.

A capa da revista foi divulgada na rede social com os dizeres: ‘Anitta contra-atacou: já fiz muito bronze na laje, não podem me acusar de apropriação cultural’. [VIDEO]

A famosa não gostou nem um pouco e usou o seu Instagram para questionar a forma como a Marie Claire distorceu a entrevista concedida por ela.

Brigando na web

Em suas palavras, a cantora esclareceu que a capa publicada, de forma alguma a representa. Ainda explicou que em sua entrevista, não contra-atacou ninguém e em nenhum momento essa foi a sua intenção. Afirmou também que nunca quis se apropriar da cultura ou de magoar pessoas com as tranças ou outros tipos de trabalhos que já fez.

Anitta ainda escreveu [VIDEO] que as fotos da publicação ficaram bonitas e irretocáveis, que amou posar para a revista, mas os dizeres da publicação não condizem com o assunto tratado pela revista com ela durante a entrevista.

Ou seja, o tema abordado foi criado apenas com o intuito de criar uma polêmica e ela não concorda com nada ali escrito.

Distorcendo os fatos

Para a funkeira, o tema usado pela revista, dá a entender que ela possui algum tipo de ressentimento em relações a acusações, coisa que ela afirma não ter. Segundo Anitta, ela respeita a opinião das pessoas, sendo elas iguais ou diferentes das dela.

“Defendo o direito de cada um ter a sua opinião...utilizo isso para aprender diariamente a ser melhor e respeitar o outro”, escreveu Anitta.

Em sua entrevista original à Marie Claire, Anitta chegou a comentar sobre a sua infância, disse que cresceu usando shortinhos e tomando banho de sol na laje e ainda brincou dizendo que na época, ela só não tinha a fita isolante. Contou também que a sua família por parte de pai é toda negra e mineira e que a da parte da mãe, é paraibana, ou seja, ela é filha de uma mistura. Para ela, as pessoas precisam se unir e não dar ouvidos a opiniões negativas.