A violência é um setor que pode prejudicar a vida de qualquer pessoa. [VIDEO] Até mesmo pessoas famosas podem acabar sendo vítimas de crimes terríveis e os motivos foram os mais diversos. Uma apresentadora e repórter do SBT, por exemplo, passou por grandes apuros recentemente. [VIDEO] De acordo com informações do portal de notícias UOL, em uma matéria publicada nesta quarta-feira (10), uma equipe do SBT acabou passando por apuros durante uma gravação que aconteceu no estado da Paraíba. A equipe estava gravando uma matéria sobre um crime que aconteceu na região de Campina Grande, quando o pior aconteceu.

Carro com criminosos dispara tiros contra comunicadora do SBT

O objetivo da equipe da emissora era mostrar os bastidores sobre o crime contra um jovem que foi assassinado.

No entanto, quando gravava a reportagem, um carro passou e efetuou tiros contra os profissionais que estavam no local. O susto foi grande. A apresentadora Claudia Gomes, que faz os telejornais locais da emissora de Silvio Santos, chegou a narrar tudo o que aconteceu por meio das redes sociais. No momento do infortúnio, a jornalista estava com o cinegrafista Popó Calixto. Ambos ficaram em uma situação difícil, mas tiveram que fazer de tudo para se proteger.

Veículo com bandidos atira em repórter do SBT e cinegrafista

Os tiros dos criminosos, aparentemente, não foram para matar. Eles teriam atirado para o alto, surpreendendo a todos pela ação. O jeito visto pelos profissionais foi pular um enorme muro que existia na região. Claudia contou que o muro tinha quase dois metros de altura, mas mesmo assim, com garra, eles conseguiram pular - literalmente- esse obstáculo.

A repórter explicou que dois bairros da cidade onde o episódio aconteceu vivem em disputa pelo comando do tráfico. "Os bandidos mandam lá. A gente só entra [nos bairros] com permissão", desabafou ela após o susto.

Apesar de tudo, ambos os profissionais continuam são e salvos, mas o episódio poderia acabar mal. O Brasil é um dos países onde mais jornalistas morrem em trabalho. Em 2016, por exemplo, o cinegrafista Santiago Andrade acabou sendo morto durante um protesto no Rio de Janeiro. O caso de morte mais conhecido na mídia brasileira, no entanto, envolve o repórter Tim Lopes, da TV Globo, que foi cruelmente assassinado em uma favela carioca.

E você, o que pensa a respeito do assunto? Deixe o seu comentário. Ele é importante e ajuda no diálogo de temas relevantes à sociedade.