A novela 'O Outro Lado do Paraíso' está dando o que falar e também tratando de assuntos polêmicos como foi com sua antecessora 'A Força do Querer', Walcyr Carrasco vem abordando temas como a pedofilia e a agressão à mulher. Criticada antes mesmo da estreia por lidar com tais temas, o folhetim chegou a exibir uma cena de estupro de Gael (Sérgio Guizé) contra Clara (Bianca Bin), a protagonista da novela.

Publicidade
Publicidade

A mocinha da trama sofreu maus bocados nas mãos de alguns personagens da trama e foi internada por Sophia (Marieta Severo) em um manicômio, lá Clara passou um longo período da história onde planejou cada passo de sua vingança. Em um retorno triunfal e para a surpresa de todos, a protagonista reapareceu diante de uma multidão ainda mais bonita e totalmente segura de si, para o desespero de quem lhe causou tanto mal no passado.

Desde então Clara está aos poucos se vingando de cada um de seus algoz, dessa vez o escolhido pela moça foi o médico Samuel (Eriberto Leão), que na época atestou que ela estaria louca e mandando-a para o manicômio com seu laudo.

Ednéia e Samuel, personagens de ´O Outro Lado do Paraíso´
Ednéia e Samuel, personagens de ´O Outro Lado do Paraíso´

O doutor esconde um grande segredo de sua mãe e esposa, ele é homossexual e dentre suas fantasias eróticas ele gosta de usar calcinhas e batom em seus encontros as escondidas com Cido (Rafael Zulu). Desconfiada do segredo de Samuel, Clara começa a investigar a vida do homem e com a ajuda de Renato (Rafael Cardoso) ela coloca seu plano de vingança em ação.

No capítulo que foi exibido ontem (03), a mocinha da trama já está com tudo planejado para um flagrante, convida Adnéia (Ana Lúcia Torre) para um suposto jantar, juntamente com sua nora Suzy (Ellen Roche), te imediato a mãe de Samuel aceita, sem saber que se tratava de um plano de Clara para fazer com que ela flagrasse o filho com outro homem.

Publicidade

Na hora marcada, a protagonista chega até o apartamento de Adnéia para buscá-la junto com a nora, porém Suzy não poderá estar presente no suposto jantar, um pouco decepcionada por saber que a loira não flagraria o marido em tal situação, Clara segue com o plano.

Com a desculpa de que precisava passar na casa de uma amiga antes do jantar, Clara leva Adnéia até o flat onde Samuel encontra-se com Cido. Ao abrir a porta, a senhora se depara com o filho na cama de calcinha e fica chocada com o que vê.

Assim terminou o capítulo de quarta-feira.

Hoje (04), a atitude de Adnéia que sempre se mostrou preconceituosa com os gays, surpreenderá o público. Após desmaiar diante de tal cena, a mãe de Samuel ficará ao lado do filho, após um diálogo emocionante, ela contará que sempre desconfiou da homossexualidade do rapaz desde criança mas sempre fez "vista grossa" pois queria vê-lo casado com uma mulher e com filhos. Samuel pedirá perdão para a mãe que retrucará:

"Eu vou perdoar o que, se é como é?

Publicidade

Talvez cê tenha que me perdoar. Por não ter te entendido. Não é o dever de uma mãe compreender, amar o filho? Samuel, eu deixei você casar com aquela enfermeira ridícula. Praticamente te obriguei cê continua sendo meu filho. Meu filho", dirá Adnéia. Os dois se abraçarão, muito emocionados.

Leia tudo