O BBB18 está cheio de novidades. Há quem diga que esta é a pior edição de todas, já que todo mundo está casado ou é desinteressante do ponto de vista de paqueras e chamegos. Por outro lado, há situações inéditas que podem colocar fogo no reality. Enfim, esta é apenas a primeira semana do 'BBB - Big Brother Brasil' que ainda deve durar muito tempo na TV (no mínimo até meados de abril).

Até lá há muito o que se fazer e, para quem gosta, muitas facetas a se analisar do jogo de cada um dos brothers e sisters desta décima oitava edição do Big Brother Brasil.

De todo modo, situações muito críticas já começam a acontecer e o nível de tensão começa a subir.

Nada como um primeiro paredão com variáveis incríveis, como a possibilidade de um brother anular o voto da casa ou do líder, para começar a dividi-los em dois grupos e promover a cisão dos elos de amizade na casa mais vigiada do Brasil.

Mara, por exemplo, já disse que, se voltar do paredão desta terça-feira, vai fuzilar #Mahmoud, aquele que a colocou lá. Já Ana Paula também elegeu Mahmoud como seu inimigo e não quer vê-lo nem pintado. A recíproca é verdadeira. Mas também pudera, foi o líder que a indicou ao paredão e ela sofre desde a realização da prova do líder ao saber que iria para a berlinda sem direito a veto.

A polêmica agora envolvendo Mahmoud é sua vontade de amar na casa. O rapaz, quando entrou no BBB, revelou que havia terminado recentemente seu namoro, e que estava na pista para jogo.

Ao menor sinal de um dos brothers, porém, ele já disse estar a fim de alguém na casa. Este alguém é Wagner, quem o elogiou por três vezes e alimentou as expectativas, mesmo que platônicas, do sexólogo assumidamente homossexual, mas que não gosta de rótulos.

Mahmoud falou em embebedar Wagner na festa para ficar com ele

Em conversa com sua amiga íntima, Ana Clara, ele revelou não ter ficado satisfeito com o assédio interrompido do rapaz e disse que como estava fragilizado por conta do término de seu relacionamento com um DJ de Rondônia, ele se irritou com o fato dele ter interrompido os elogios. Ao final da conversa que pode ser vista ao final do artigo ele ainda sugere que os amigos o embebedem para que ele consiga pegar Wagner. Será que o tatuado é do babado?

Qual sua opinião sobre este tipo de assédio do líder do BBB18? E se Wagner fosse uma menina?

Veja mais notícias sobre o BBB18

BBB18: após beijão na filha, Ayrton é acusado de incesto e imagem choca; assista [VIDEO]

Homofobia, crime, ódio e polícia? BBB18 começa com graves acusações [VIDEO]

Veja o que Mahmoud sugeriu às suas amigas

#BBB Big Brother Brasil