Publicidade
Publicidade

A Globo anunciou no site oficial do "Big Brother Brasil 18" que a edição deste ano, que começa no dia 22 de janeiro, terá algumas mudanças significativas. Uma delas está relacionada à forma como o público votará para eliminar os participantes do reality show.

Para votar durante as eliminações do "BBB18" será preciso estar cadastrado, mas, segundo a emissora, tudo será gratuito e de forma muito simples. O internauta terá apenas que preencher os campos com as suas informações pessoais, como o nome completo, e-mail preferencial, data do nascimento e, claro, criar uma senha de 8 a 15 dígitos.

Publicidade

A Globo também informou que o usuário poderá realizar sua inscrição através de suas redes sociais, como o Facebook ou Google, e preencher automaticamente os principais campos.

Segundo o comunicado da emissora, a ideia em exigir que o usuário faça o cadastro é de manter um relacionamento mais próximo com o público. A Globo também informou que, a partir desta sexta-feira (12), serão realizadas algumas votações no site do "Big Brother Brasil" para que quando o programa estiver no ar e começarem os paredões, os usuários cadastrados no site consigam votar sem nenhuma dificuldade.

A vida dos ex-BBBs após ganhar R$ 1 milhão

Nem todos os participantes das edições anteriores do reality souberam lidar com o dinheiro e alguns deles acabaram perdendo a fortuna, como foi o caso de Cida, a primeira mulher a participar do "Big Brother Brasil". O ex-marido da sister entrou na Justiça para cobrar metade do prêmio que ela ganhou no "BBB", mas ele acabou perdendo a causa. Porém, Cida sofreu um desgaste com a situação e acabou gastando muito dinheiro. Hoje ela tem uma vida mais simples e vive com a renda de um pequeno comércio.

Publicidade

Jean Wyllys foi um dos participantes que se deu bem. Embora não tenha informado como investiu o valor que ganhou no programa, seguiu em frente e entrou para a política e hoje é deputado federal pelo Rio de Janeiro e nunca mais quis comentar sobre o reality, mas escreveu um livro contando toda a experiência vivida.

A atriz Grazi Massafera foi a vice-campeã no programa em que Jean Wyllys ganhou. Embora não tenha levado o prêmio milionário, acabou se dando melhor que muitos colegas, porque foi contratada pelo departamento de dramaturgia da TV Globo e brilhou em várias novelas e hoje vive a Lívia em "O Outro Lado do Paraíso".

Diego Alemão foi outro brother que soube aplicar bem o prêmio do reality.

Ele diversificou seus investimentos, criou uma empresa de comunicação e virou apresentador de um programa de TV a cabo e ainda doou R$ 100 mil para uma instituição de caridade.