"O Outro Lado do Paraíso" é uma novela repleta de personagens que buscam vingança e reconhecimento por, no passado, terem sofrido preconceito ou golpes por conta de suas condições sociais, raciais, econômicas, dentre outras. Pois bem, uma das grandes vinganças que vem marcando a trama é a de Clara (Bianca Bin), protagonista da novela. Entretanto, as suas ações terão consequências graves para outras personagens, como é o caso de Raquel (Erika Januza).

Após chegar na cidade, Clara [VIDEO]já iniciou seus ataques contra os inimigos. Primeiro, fez com que Gael [VIDEO](Sergio Guizé), personagem que bateu, estuprou e machucou muito a personagem, parasse na cadeia e sofresse parte dos abusos que a primeira sofreu assim que casou com o personagem.

Por segundo, ainda em busca de sua vingança, Clara colocou Sophia (Marieta Severo), mãe de Gael, na prisão. A razão: foi Sophia quem a internou no hospício onde ficou dez anos de sua vida.

Por último, agora, a protagonista se vingou de Samuel (Eriberto Leão), criando uma situação para que sua mãe saiba que sua real condição sexual: o psiquiatra é homossexual. Entretanto, as vinganças de Clara não acabam e uma delas é destinada para Lívia (Grazia Massafera): a guarda de seu filho.

Para a conquista da guarda de seu filho, Clara irá contar com a ajuda de sua amiga Raquel, nova juíza da cidade. E, então, a partir deste momento, as ações de Clara provocaram mudanças na vida dos outros personagens: Raquel será atropelada em um atentado encomendado por Sophia na trama das 9. Este atentado será para matar a personagem e fazer com que a mesma não possa julgar o processo da guarda do filho de clara.

Na cena em que encomenda a morte, Sophia dirá para o capataz que nenhuma pessoa da cidade pode identificar ele no carro para que ele não seja descoberto depois. Já na mesma cena, Rato afirma que o juíza da cidade "já era".

No mesmo capítulo, mas já em outra cena gerada, Raquel estará saindo do fórum com Bruno (Caio Paduan) que sugerirá uma carona para a personagem, entretanto, a mesma não aceitará.

“Quer que eu te leve?”, perguntará.

Raquel negará afirmando ser juíza e ter seu próprio veículo. Os dois se beijarão e terão sua despedida. Logo após, Raquel será acertada pelo carro de rato.

Ainda não foram divulgadas informações quanto ao que acontecerá com a personagem após o atentado, mas sua morte não foi confirmada pelos escritores da trama e nem vinculada em nenhum canal de comunicação. Portanto, acredita-se que Raquel sobreviverá ao atentado.