Como Clara (Bianca Bin) não se dará por satisfeita até ver todos os vilões da novela recebendo sua porção de vingança, o próximo da lista é Samuel (Eriberto Leão) [VIDEO].

Em conversa anterior, Patrick chega a dizer a ela que não é justo ela usar a sexualidade do rapaz como arma de vingança, porque iria parecer preconceito. Ela rebate dizendo que injusto é ele enganar todo mundo, inclusive sua esposa que acredita na sua fidelidade, assim como injusto é ele ter mandado embora um médico competente por ser gay. Patrick acaba por reconhecer que Clara está certa e ela dá sequência a sua vingança marcando um encontro com a mãe e a esposa de Samuel.

Isso acontece quando, sabendo que Samuel vai encontrar com Cido (Rafael Zulu) no flat que ele mantém só para os encontros, Clara convida a enfermeira Suzy (Ellen Roche) até o local onde ambos estão e a bomba explode!

Assim que abre a porta do apartamento, ao lado de Clara, a bela enfermeira vê seu 'tigrão' na cama, de calcinha, com Cido.

Furiosa com a traição, a loira vai pra cima do médico e lhe enche de tabefes, chamando-o de 'tigrete' e em seguida, corre para o hospital e faz o maior escândalo revelando a todos que o esposo é gay e é homofóbico.

A notícia cai como bomba pela cidade e corre de boca em boca. Vamos ver como é que Samuel se sairá dessa.

Anteriormente na trama

Você se recorda do motivo de Samuel ser alvo de Clara? Num primeiro momento, foi Samuel quem deu as drogas a Sophia (Marieta Severo) para que ela usasse em Clara e a mesma sofresse alucinações [VIDEO] e achasse o tempo todo que estava sendo perseguida.

Clara via seu marido (Gael) atrás dela pronto para matá-la o tempo todo, isso graças às drogas que vinha tomando sem saber.

Isso contribuiu demais para sua internação no hospício, mas não foi tudo.

Vocês se lembram de quem foi o médico que 'avaliou' Clara e emitiu um 'laudo' de sua loucura? Isso mesmo, foi Samuel, ou seja, ele está enterrado até os joelhos na sujeira armada por Sophia.

Como se isso não fosse o suficiente, Samuel dá novamente drogas a Sophia, para que ela, outra vez faça Clara passar por doida. Muito embora dessa vez dê errado, porque a empregada de Clara se arrepende de ter topado colocar drogas no suco de Clara a mando de Sophia e Clara a perdoa, não sem antes dizer que ela entregue o copo de suco a Sophia, que bebe e começa a ter delírios, no lugar da moça.

Vemos que a bela tem muitos motivos para querer se vingar de quem muito contribuiu para que ela ficasse 10 anos de sua vida internada num hospício, longe de todos a quem ama, em especial, seu filho, não é?

Entretanto, Samuel ainda aumenta a lista de motivos da bela vingativa, quando esconde sua condição de gay da mulher e quando manda embora um médico que é casado com um homem por puro preconceito. Por homofobia.

O que você acha da maneira como Samuel tem conduzido sua vida? Ele merece a vingança que Clara arma para ele? Acredita que ela ficará satisfeita com o resultado?