A cantora Gretchen fez apresentação, nesse último sábado, (20), nos Altas Horas, da Globo, ao lado do seu amigo e DJ Rody. Lá eles contaram a música “Falsa Fada” e, depois da apresentação, a rainha do bumbum, como é conhecida popularmente, falou com Serginho Groisman sobre as ofensas que ela recebe nas redes sociais e, principalmente, as críticas que o seu filho Thammy Miranda, que fez mudança de sexo, também sofre, por causa de sua decisão de mudar de gênero.

Gretchen disse que as pessoas têm feito brincadeiras pesadas contra o seu filho nas redes sociais, principalmente com relação ao órgão sexual dele. [VIDEO]

‘Meu filho é perfeito e saudável’, diz Gretchen

Para a estrela dos memes – como pautou o jornal The New York Times quando se referiu à cantora brasileira – Thamy deve ser respeitado pelo caráter e dignidade de um homem que ele é, mas não por causa do seu órgão sexual. [VIDEO]

“Eu não tenho um filho doente, o meu filho é perfeito, saudável”, disse a rainha do rebolado, que lembrou que Thammy é um rapaz ‘perfeito’.

A rainha do rebolado disse que não é um órgão sexual que dignifica a imagem de um homem, mas sim, segundo a cantora, o fato de ele agir decentemente, pagar as suas contas, ser uma pessoa honesta, cumprir com suas obrigações e não gerar danos injustamente a terceiros. Para a rainha do rebolado, isso é ser um homem de verdade. [VIDEO]

Thamy teve síndrome do pânico, disse Gretchen

A estrela dos memes revelou que Thammy passou por um momento muito difícil em sua vida, quando tomou a decisão de ser um homem. Mas não foi a mudança de postura, nas roupas e no modo de falar que balançou o filho de Gretchen, mas sim, de acordo com a rainha do rebolado, o fato de seu filho estar sendo criticado e zombado nas redes sociais. Ela, inclusive, contou que Thammy teve até síndrome do pânico e isso o deixou bastante emocionalmente incomodado.

“Isso trouxe várias sequelas emocionais”, revelou a cantora. A cantora disse que o processo de mudança de gênero para Thammy não foi fácil. Ao responder uma moça da plateia, Gretchen contou que a maior dificuldade aconteceu no início do processo.

Gretchen se irrita com liberação de liminar para ‘cura gay’

Ao saber que foi liberada uma liminar que permite oferta de tratamento para os homossexuais, ou seja, a ‘cura gay’, como vem sendo chamado pelos grupos que defendem as pessoas homossexuais, Gretchen se irritou e disse que não existe cura gay para pessoas que tomam decisão de ser o que sente necessidade de ser na vida. Ela criticou duramente a liminar e disse que as pessoas precisam para de se envolver em assuntos pessoais de terceiros.