Emilly Araújo está ‘na pior’, um ano depois de ter dito, do alto de um camarote, que era rica e uma moça que queria tirar uma foto com ela, era pobre. “Pobre, pobre! Eu sou rica, rica! Eu sou rica, sua pobre!”, detonou a campeã do Big Brother Brasil 17, em uma festa em Goiânia, no Villa Mix. Ela estava em um camarote, enquanto tinha uma moça, com uma câmera, tentando tirar fotografia dela e de quem estava no camarote. O fato irritou Emilly, que naquela época, estava com o ‘bolso cheio’ por ter vencido o reality show da Globo e faturado um milhão e meio de reais. [VIDEO]

Mas o tempo passou e atualmente a gêmea já entregou a chave do apartamento duplex onde morava, no Rio de Janeiro, e pagava 7 mil reais por mês, e até já contou que grande parte do dinheiro já acabou [VIDEO].

Emilly, na época que chamou uma pessoa de pobre e disse que ela era rica, afirmou que estava falando isso para uma moça que estava a irritando: “No vídeo eu estou discutindo com uma menina, mas não com a pista toda. Ela me chamou de pobre e ofendeu minha família”, disse a gêmea, que ainda explicou que a moça jogou um copo de água em direção ao camarote. [VIDEO]

'Chamar de pobre não é ofensa', disse Emilly

Apesar da confusão, no mesmo ano de 2017 Emilly disse que estava arrependida de ter dito que a mulher é pobre e ela rica, e explicou que chamar uma pessoa de pobre não é ofensa, mas sim, uma simples resposta. “Tenho muito orgulho da minha origem [pobre].”, disse a gaúcha, que afirmou que a pior pobreza é a pobreza de espírito.

Emilly já entregou as chaves do apartamento onde morava no Rio de Janeiro e também mudou a caixa postal para Eldorado do Sul, onde irá morar daqui para frente.

Além disso, a gaúcha também sofre por não ter conseguido um papel para atuar na rede Globo de televisão: ela estava cotada para participar do Malhação, mas não conseguiu um papel. Além disso, a gêmea tinha um contrato com a emissora, mas o mesmo terminou nesse início do ano e a Globo não renovou. Com isso, Emilly partiu em busca de ganhar dinheiro para sobreviver.

Atualmente a gaúcha vende camisetas

Atualmente a gaúcha está vendendo camisas em uma lojinha virtual, de propriedade dela mesmo. Uma camisa chega a custar cerca de 149 reais. Além disso, para ‘amenizar as contas’, Emilly disse que vai abrir um canal no Youtube para interagir com os seus fãs e tentar ganhar uma grana a partir disso. Sobre o lado profissional, como a própria ex-BBB já tinha dito, quando morava no Rio de Janeiro, Emilly tinha mais chance de estrear como atriz, mas como o orçamento não dá mais conta para viver na capital carioca, ela fica mais distante do seu sonho de se tornar atriz.