Surubinha de Leve”, pertencente ao mc diguinho, tem dado o que falar em todo o Brasil, principalmente nas redes sociais. Não somente as pessoas comuns, que não são artistas, vêm falando sobre o tema, como também os próprios cantores, a exemplo de Ludmilla, que também é funkeira. A cantora defendeu que a música não seja retirada das plataformas, como Spotify e Youtube, pelo fato de que toda a reclamação que está acontecendo contra a letra de MC Diguinho, segundo ela, acontece com hipocrisia, pois, de acordo com Ludmilla, quando as mesmas pessoas que atualmente detonam “Surubinha de Leve” estão curtindo um baile funk, e veem tocar essa música, acabam ‘indo até o chão’ e entram no clima. [VIDEO]

“Na internet fica fazendo graça, problematizando frase de música, mas quando toca na balada...

na balada não vou nem falar o que acontece”, disse a cantora. Em seguida, ela foi flagrada [VIDEO] curtindo uma postagem de uma pessoa famosa onde a mesma dizia que as pessoas precisam ser menos hipócritas e pararem de criticar “Surubinha de Leve”, pois, de acordo com a postagem, quando “toca na balada as mulheres arrastam a xe**** e o c* sujo no chão...”, disse a postagem [VIDEO], apoiada por Ludmilla.

Quando percebeu que suas postagens a favor da "Surubinha de Leve" estavam criando polêmica, a cantora as apagou.

Surubinha de Leve foi retirada da plataforma Spotify

A música que causou polêmica nas redes sociais já não faz mais parte do Spotify. O aplicativo mandou mensagem para a gravadora do MC Diguinho pedindo que a letra fosse modificada e ficasse mais ‘light’. Atendendo ao pedido do aplicativo, MC Diguinho retirou a música e modificou a letra do funk, deixando os trechos mais polêmicos um pouco mais leves.

A assessoria de comunicação do cantor disse que o cantor compreende toda a manifestação que vem sendo feita por grupos de mulheres nas redes sociais contra o conteúdo da música e que “reconhece o conflito de informações devido a toda a repercussão.”.

Mas, MC Diguinho ainda disse mais e contou que jamais tinha a intenção de ofender a moral das mulheres. Ele, inclusive, através de sua assessoria, comunicou que mora com irmã, mãe e uma sobrinha. Por isso, para o cantor, ‘não teria cabimento do cantor fazer apologia ao crime contra as mulheres, pois seria uma contradição para o funkeiro’, por isso ele “jamais irá denegrir a honra e a moral das mulheres”, disse a sua assessoria de comunicação.

No final do comunicado, Diguinho explicou que aconteceu um erro de interpretação de sua música. Para ele, “Surubinha de leve, com essas filhas da p*, taca a bebida, depois taca a p***, e abandona na rua”, não ofende a integridade das mulheres de todo o Brasil e, inclusive, das mulheres que moram com ele.