O clima esquenta nos próximos capítulos da trama das nove. Segundo atualização de folhetim, Nádia (Eliane Giardini) discutirá feio com Bruno (Caio Paduan) por causa de sua namorada, Raquel (Erika Januza). A vilã abrirá o jogo e dirá com todas as letras que não suportará mais o filho ficar com uma "preta" e agora "paraplégica" em O Outro Lado do Paraíso.

Bruno, que estará atordoado no hospital com a namorada que correrá risco de ficar paraplégica, se alegrará ao receber a visita de sua mãe. Mal sabe o rapaz que a dondoca chegará para deixá-lo ainda mais nervoso e totalmente enfurecido. [VIDEO]

Nádia já chegará botando banca, ou seja, soltando o verbo gritando com filho se naquele hospital não tomam banho, questionando se não tem "chuveiro".

A afronta se dará em virtude do mau cheiro que o delegado estará exalando após horas esperando notícias da amada.

No mesmo instante, ela abrirá uma sacola de roupas limpas, mostrando ao filho e pedindo para ele se trocar. Todavia, ainda o insultará novamente ordenando que se afaste de Raquel definitivamente. Bruno, que já estará incomodado, falará à mãe que o deixe em paz. As informações são da revista Purepeople e deverão ir ao ar na próxima semana.

Ao perceber a gravidade do problema da nora, a mulher de Gustavo então perguntará ao filho se a namorada está bem. Bruno, pensando que Nádia terá se sensibilizado responderá com a voz serena que os médicos estão aguardando ela acordar para verificarem a gravidade [VIDEO] das sequelas, pois as pernas não se movimentam, indagará o jovem arrasado.

Rapidamente para não perder o veneno, Nádia abandonará a cortesia e ofenderá Raquel falando ao filho que sente muito por ele estar naquela situação, sustentando a hipótese do rompimento do romance criticando a nora e alegando que além de preta, agora é paraplégica também? Questionará sem nenhum pudor.

Dessa vez a dondoca terá passado dos limites. Logo, Bruno a expulsará do quarto anunciando que em uma única frase ela conseguiu constranger a namorada em duas tipificações penal, ou seja, a mãe cometeu os crimes de racismo e preconceito para com o deficiente físico.

Agitado, o rapaz gritará que deveria mandar prendê-la e a empurrará para longe da namorada. Irônica, a vilã ainda se desculpará com o filho, dizendo que apenas foi "realista" e que quer o melhor para ele e pedirá para não ser ingrato com sua mãe. Nesse ínterim, os seguranças do hospital aparecerão para controlar a situação e manter a ordem do estabelecimento. [VIDEO]