O clima esquenta nos próximos capítulos da trama das nove. Segundo atualização de folhetim, Nádia (Eliane Giardini) discutirá feio com Bruno (Caio Paduan) por causa de sua namorada, Raquel (Erika Januza). A vilã abrirá o jogo e dirá com todas as letras que não suportará mais o filho ficar com uma "preta" e agora "paraplégica" em O Outro Lado do Paraíso.

Publicidade
Publicidade

Bruno, que estará atordoado no hospital com a namorada que correrá risco de ficar paraplégica, se alegrará ao receber a visita de sua mãe. Mal sabe o rapaz que a dondoca chegará para deixá-lo ainda mais nervoso e totalmente enfurecido.

Nádia já chegará botando banca, ou seja, soltando o verbo gritando com filho se naquele hospital não tomam banho, questionando se não tem "chuveiro". A afronta se dará em virtude do mau cheiro que o delegado estará exalando após horas esperando notícias da amada.

Inconsciente no hospital, Nádia humilhará Raquel na frente de Bruno
Inconsciente no hospital, Nádia humilhará Raquel na frente de Bruno

No mesmo instante, ela abrirá uma sacola de roupas limpas, mostrando ao filho e pedindo para ele se trocar. Todavia, ainda o insultará novamente ordenando que se afaste de Raquel definitivamente. Bruno, que já estará incomodado, falará à mãe que o deixe em paz. As informações são da revista Purepeople e deverão ir ao ar na próxima semana.

Ao perceber a gravidade do problema da nora, a mulher de Gustavo então perguntará ao filho se a namorada está bem.

Publicidade

Bruno, pensando que Nádia terá se sensibilizado responderá com a voz serena que os médicos estão aguardando ela acordar para verificarem a gravidade das sequelas, pois as pernas não se movimentam, indagará o jovem arrasado.

Rapidamente para não perder o veneno, Nádia abandonará a cortesia e ofenderá Raquel falando ao filho que sente muito por ele estar naquela situação, sustentando a hipótese do rompimento do romance criticando a nora e alegando que além de preta, agora é paraplégica também?

Questionará sem nenhum pudor.

Dessa vez a dondoca terá passado dos limites. Logo, Bruno a expulsará do quarto anunciando que em uma única frase ela conseguiu constranger a namorada em duas tipificações penal, ou seja, a mãe cometeu os crimes de racismo e preconceito para com o deficiente físico.

Agitado, o rapaz gritará que deveria mandar prendê-la e a empurrará para longe da namorada. Irônica, a vilã ainda se desculpará com o filho, dizendo que apenas foi "realista" e que quer o melhor para ele e pedirá para não ser ingrato com sua mãe.

Publicidade

Nesse ínterim, os seguranças do hospital aparecerão para controlar a situação e manter a ordem do estabelecimento.

Leia tudo