Há algum tempo, o ator americano e artista marcial Wesley snipes era a estrela de ação mais procurada no Cinema, e por uma boa razão. Snipes casava em suas atuações suas habilidades marciais e capacidade atlética, com seu carisma incrível, o que o levou a alguns desempenhos memoráveis. Hoje em dia, no entanto, Hollywood já não está mais atraído por ele e há muito que ele saiu de cena.

O homem por trás de Blade Runner ainda é, sem dúvida, um nome familiar, então por que será que Hollywood não o quer mais? Como resposta a essa pergunta, deve-se olhar para a trajetória de sua carreira, identificando, dessa forma, o que correu mal.

Sucesso chegou muito cedo

Ele chegou à fama com sua atuação em Major League, onde ele desempenhava um ladrão e seu desempenho carismático e atlético chamou a atenção de diretores de casting em Hollywood, ajudando a disparar o jovem ator para a fama. Alguns afirmam, no entanto, que a fama foi só em sua cabeça.

Entre 1990 e 1992, Snipes interpretou alguns dos melhores papéis de sua carreira, mas infelizmente, tudo caiu de lá. E ele afirmou que Hollywood teve um problema racial. Mesmo enquanto andava no topo da fama, Snipes não tinha qualquer problema em falar sobre esse problema que, ainda hoje perdura, que é a desigualdade racial de Hollywood.

Problemas raciais em Hollywood

"A indústria do cinema está fora do bastão e é voltada para atores brancos", disse Snipes a Jae-Ha Kim no Chicago Sun-Times, em 1991.

"Quando os roteiristas escrevem material, eles escrevem com atores brancos em mente, a menos que sejam escritores negros como Spike Lee. Os únicos papéis disponíveis para as minorias são especificamente designados para um homem afro-americano ou uma mulher asiática ou o que quer que seja. Essa é a natureza desse negócio", revelava o ator.

Depois, ele também teve problemas com a polícia, sendo detido por posse de arma e por ter fugido em uma perseguição policial, o que não teria ajudado a sua reputação como um cidadão respeitador da lei.

Snipes saiu com uma citação para condução imprudente e recusou tratamento médico.

Maior sucesso da carreira, em Blade

Justamente quando parecia que os problemas de Snipes com a lei e uma série de desempenhos menos estelares estavam à beira de interromper sua carreira, a estrela de ação recuperou com seu papel mais icônico ainda, interpretando o super-herói em 'Blade'.

O filme rendeu 131 milhões de dólares, em um momento em que os filmes de super-heróis não eram o pilar principal cinematográfico de hoje. Apesar de apenas receber críticas medíocres, o filme foi um enorme sucesso, gerando um par de sequelas e cimentando Snipes como um nome familiar nos filmes de ação.

Sua estrela no Calçada da Fama marcou o final

Após o sucesso da Blade, Snipes finalmente recebeu validação para todo o trabalho duro que ele colocou nos filmes bons e ruins que ele estrelou, ao longo da década de 1990. Em 21 de agosto de 1998, Snipes recebeu sua estrela no Hollywood no Calçada da Fama.

No entanto, isso significaria o fim da carreira de Snipes como uma estrela de Hollywood de grande sucesso, pois, em última instância, ele seguiria uma breve interrupção da atuação com toda uma série de filmes ruins, e uma série de decisões legais precárias.

Acusou produtora e estúdios se viraram contra ele

O início do século XXI não foi bem para Snipes, com uma série de filmes de pouco sucesso, mas o pior seria mesmo' Blade: Trinity', que, além de ter sido o pior filme da série e ter sido um fracasso, este fez com que todos os grandes estúdios não procurassem mais o ator. Isso porque ele entrou com uma ação judicial contra o New Line Cinema, exigindo uma indenização de cinco milhões de dólares.

O ator alegou que o roteiro e elenco foram aprovados sem o seu consentimento expresso, o que violou seu contrato.

Ele também afirmou que o escritor-diretor David Goyer fez comentários racistas sobre o profissionalismo de Snipes e se recusou a punir um membro da equipe que usava uma camiseta racista durante a filmagem. Além disso, Snipes afirmou que o estúdio New Line Cinema contratou intencionalmente apenas indivíduos brancos.

Ele foi preso por evasão fiscal

Quando tudo corrial mal, o ator pegou ainda uma pena de cadeia de três anos, por não ter pago devidamente seus impostos, entre 1999 e 2001. Ele esteve preso no Serviço de Correção Comunitária de Nova Iorque, de onde acabou sendo transferido para confinamento em casa.

Siga a página Famosos
Seguir
Siga a página Cinema
Seguir
Não perca a nossa página no Facebook!