Publicidade
Publicidade

O apresentador William Waack é um dos nomes mais conhecidos do país. Ele durante anos comandou o 'Jornal da Globo', mas recentemente encerrou o contrato com o canal da família Marinho. Tudo porque Waack acabou sendo acusado de racismo, graças a um vídeo que acabou sendo divulgado recentemente. O jornalista aparece nas imagens reclamando com um homem que buzina pouco antes dele fazer um link ao vivo sobre as eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em uma espécie de carta aberta divulgada neste domingo (14), William acabou falando pela primeira vez sobre o assunto e garantiu que não é racista.

Publicidade

William Waack publica textão em jornal famoso sobre Globo e dá o que falar

Em um texto extenso publicado no jornal 'Folha de São Paulo', William, que estaria negociando com a Rádio Jovem Pan, fala sobre o assunto. Ele e a Globo já tinham dito no passado que o apresentador reiterava não ser racista. William falou que achou errada a postura da emissora com ele e voltou a dizer que o vídeo não exibia nada demais e que a sua carreira já bastava para dizer claramente que ele não é preconceituoso. Pelo contrário, o comunicador acabou dizendo que sempre trabalhou para evitar que pessoas fossem alvo de preconceito.

'Foi uma piada idiota', diz William Waack sobre acontecimentos envolvendo Globo

O apresentador contou que os rapazes roubaram as imagens em 2016 e que, caso na época tivessem quisto falar com ele, William diria que apenas fez uma piada idiota e de grande mal gosto. No entanto, ele alega que nunca teve a intenção de ofender qualquer pessoa. Ele revelou ainda que estende ainda a mão para as pessoas que já foram alvo de racismo em outras oportunidades.

Redes sociais teriam sido fundamentais para demissão de Waack da Rede Globo

Para tentar argumentar a respeito de tudo o que aconteceu, William utilizou até mesmo uma fala da apresentadora Glória Maria.

Publicidade

Ela teria dito que aquilo era apenas uma piada de português e que o comunicador em nenhum momento quis mesmo ofender qualquer um. William ainda informou que admite que o comentário que fez é realmente teve um teor que poderia racista, mas que tudo foi superado. A emissora ainda não se pronunciou a respeito do episódio que tomou conta da mídia brasileira.

Ele ainda critica veementemente tudo o que a Globo fez, preferindo não dar atenção ao caráter do seu profissional, mas as pressões das redes sociais.

E você, o que pensa a respeito do assunto? Deixe o seu comentário, ele é importante para nós.