O apresentador William Waack é um dos nomes mais conhecidos do país. [VIDEO]Ele durante anos comandou o 'Jornal da Globo', mas recentemente encerrou o contrato com o canal da família Marinho. Tudo porque Waack acabou sendo acusado de racismo, graças a um vídeo que acabou sendo divulgado recentemente. O jornalista aparece nas imagens reclamando com um homem que buzina pouco antes dele fazer um link ao vivo sobre as eleições presidenciais dos Estados Unidos. [VIDEO]Em uma espécie de carta aberta divulgada neste domingo (14), William acabou falando pela primeira vez sobre o assunto e garantiu que não é racista.

William Waack publica textão em jornal famoso sobre Globo e dá o que falar

Em um texto extenso publicado no jornal 'Folha de São Paulo', William, que estaria negociando com a Rádio Jovem Pan, fala sobre o assunto.

Ele e a Globo já tinham dito no passado que o apresentador reiterava não ser racista. William falou que achou errada a postura da emissora com ele e voltou a dizer que o vídeo não exibia nada demais e que a sua carreira já bastava para dizer claramente que ele não é preconceituoso. Pelo contrário, o comunicador acabou dizendo que sempre trabalhou para evitar que pessoas fossem alvo de preconceito.

'Foi uma piada idiota', diz William Waack sobre acontecimentos envolvendo Globo

O apresentador contou que os rapazes roubaram as imagens em 2016 e que, caso na época tivessem quisto falar com ele, William diria que apenas fez uma piada idiota e de grande mal gosto. No entanto, ele alega que nunca teve a intenção de ofender qualquer pessoa. Ele revelou ainda que estende ainda a mão para as pessoas que já foram alvo de racismo em outras oportunidades.

Redes sociais teriam sido fundamentais para demissão de Waack da Rede Globo

Para tentar argumentar a respeito de tudo o que aconteceu, William utilizou até mesmo uma fala da apresentadora Glória Maria. Ela teria dito que aquilo era apenas uma piada de português e que o comunicador em nenhum momento quis mesmo ofender qualquer um. William ainda informou que admite que o comentário que fez é realmente teve um teor que poderia racista, mas que tudo foi superado. A emissora ainda não se pronunciou a respeito do episódio que tomou conta da mídia brasileira.

Ele ainda critica veementemente tudo o que a Globo fez, preferindo não dar atenção ao caráter do seu profissional, mas as pressões das redes sociais.

E você, o que pensa a respeito do assunto? Deixe o seu comentário, ele é importante para nós.