O apresentador Zeca Camargo é um dos nomes mais conhecidos do país. [VIDEO] Ele comanda hoje o ‘’É de Casa’’, aos sábados, no canal da família Marinho. Em 2015, ele provocou grande polêmica ao fazer uma coluna sobre o cantor sertanejo Cristiano Araújo, que acabara de falecer. Zeca foi acusado de zombar o artista e menosprezar sua memória, após criticar a grande comoção em torno do tema.

Desde a ocasião, a família do cantor e a empresa de Cristiano entraram na Justiça [VIDEO] contra o famoso, que na época havia acabado de sair do ‘’Vídeo Show’’. Praticamente três anos após o início do processo, veio a decisão da Justiça, que condenou o jornalista da Rede Globo de Televisão.

Zeca Camargo é condenado por falas sobre a morte do sertanejo Cristiano Araújo

Para quem não lembra, Cristiano Araújo e sua então noiva, a jovem Alana, faleceram em um grave acidente de carro que aconteceu no ano de 2015, em um rodovia de Goiás. A Justiça decidiu condenar o apresentador Zeca Camargo a pagar uma alta indenização à família do artista e também à empresa que levava o nome do sertanejo.

Ao todo, ele terá que pagar uma quantia de R$ 60 mil ao pai de Cristiano, João Reis, e à companhia do famoso. O dinheiro será dividido entre as partes. De acordo com a coluna ‘’F5’’, do jornal ‘’Folha de S.Paulo’’, em reportagem publicada nesta terça-feira (23), Zeca Camargo deve recorrer da decisão judicial.

Zeca Camargo afirma que irá recorrer de condenação por danos morais à família de Cristiano Araújo

A Justiça deu a condenação como danos morais e agora o colega de Patrícia Poeta tem até 15 dias para recorrer da decisão, o que ele confirmou que irá mesmo fazer.

Isso acaba estimando que uma possível condenação final em torno do caso demore até anos para acontecer.

Zeca Camargo disse em uma nota enviada à ‘’Folha de S.Paulo’’ que jamais ofendeu artisticamente a obra do músico, mas, sim, a estranha comoção em torno do fato naquela época.

Pai de Cristiano Araújo acusa Zeca Camargo de debochar do filho e fala em amor dos fãs

O pai de Cristiano Araújo, no entanto, achou a crítica de Zeca no momento em que ela aconteceu completamente desmedida e, por isso, entrou com o processo do Tribunal de Justiça do estado de Goiás. João Reis e seus advogados acusam Camargo de ter feito deboche com a memória do cantor e que, obviamente, a comoção em torno da morte do sertanejo está no fato dele ter disseminado amor em toda a sua vida. Artistas se posicionaram contra Zeca na época.