Nessa semana, a novela 'O Outro Lado do Paraíso' mostrou um dos momentos mais esperados da trama. [VIDEO]O delegado Vinícius (Flávio Tolezani) foi preso. Para colocar o pedófilo do folhetim de Walcyr Carrasco na cadeia, no entanto, o escritor usou um recurso polêmico, a hipnose. Pior, toda a tarefa foi realizada por uma advogada, que seria formada em técnicas de coaching.

Mais tarde, descobriu-se que tudo não passou de uma ação de merchandising na história. [VIDEO] As sequências renderam críticas e agora a Globo pode pagar caro. O canal está sendo alvo de uma denúncia no Conar, que é o Conselho que regulamenta a publicidade no Brasil.

Hipnose em cena de novela rende processo à Rede Globo no Conar

De acordo com informações o jornal 'Folha de São Paulo', uma entidade, que não foi identificada, entrou com a denúncia no Conar, argumentando que a publicidade na novela 'O Outro Lado do Paraíso' teve diversas falhas. Uma delas, segundo o denunciante, é que o folhetim passou informações erradas para as vítimas de pedofilia, que, na verdade, precisariam de um atendimento especializado em psicologia. O processo ainda fala sobre como o público pode ter ficado confundido com o serviço de coaching e o que é psicoterapia.

Psicólogos reclamam de sequência em 'O Outro Lado'

O Conselho Federal de Psicologia já havia feito queixas públicas ao folhetim de Walcyr Carrasco. Inicialmente, acreditava-se apenas em um equívoco, porém, mais tarde, descobriu-se que foi uma ação publicitária.

Para a entidade de psicólogos, o que a Globo fez foi um desserviço aos brasileiros, já que passou informações erradas a tudo o que aconteceu.

O problema é que, efetivamente, a denúncia não implica em uma mudança imediata. Ainda assim, 'O Outro Lado do Paraíso' pode gerar consequências sérias à Rede Globo. Uma delas é uma penalização. O que se sabe é que o IBC, que é o Instituto Brasileiro de Coaching, não vai mais poder exibir o merchan na novela, o que, segundo o jornal 'Folha de São Paulo', não acontece desde o dia 2.

Morte de pedófilo faz 'O Outro Lado' ter recorde de audiência em São Paulo

Na novela, após a prisão, Vinícius foi morto na cadeia. O ator que fez o delegado abusador de crianças concorda com a prisão de seu personagem, mas não que ele devesse ser morto. A sequência, aliás, foi a maior audiência de 'O Outro Lado do Paraíso'. Ou seja, esse foi o momento mais esperado da história até agora. Em São Paulo, o folhetim marcou 45 pontos de média.