O cantor Jorge Vercillo é um dos nomes mais conhecidos do Brasil. [VIDEO]O artista acabou passando por uma situação delicada. De acordo com informações do portal de notícias R7, em matéria publicada nesta quarta-feira (7), o músico usou sua conta oficial no Facebook para fazer críticas bastante graves ao sucesso do momento [VIDEO], a cantora Jojo Toddynho. Ele impressionou muita gente com a forma como fez referências ao sucesso 'Que tiro foi esse?', que foi um sucesso no Carnaval. No entanto, para fazer isso, ele teria usado uma mensagem atribuída a Arnaldo Jabor, mas o conteúdo, na verdade, não foi escrito pelo nobre jornalista.

Jorge Vercillo critica Jojo Toddynho com texto falso de Arnaldo Jabour

É comum que textos desse tipo sempre façam sucesso nas redes sociais.

No conteúdo em questão, a música de Jojo é chamada de tiro nos tímpanos. Como um legítimo tiozão do WhatsApp, Vercillo acreditou que um texto viral que ironizava a canção era verdade e chegou a dizer para que Deus nos ajudasse, já que o Brasil, mesmo diante de tantas mazelas, continuava com problemas parecidos. Para o cantor, o grande culpado pelo momento supostamente ruim é o ouvinte, que não consegue mais gostar de "música boa". Muita gente não gostou da forma como o artista acabou se portando em relação a tudo o que acontece.

Jorge Vercillo é atacado após publicação de Jojo Toddynho

Nas redes sociais, muita gente fez questão de dar sua opinião em relação ao assunto. Muita gente ficou chocada com tudo o que ocorreu. "Esse cantor, Jorge Vercillo, ele é conhecido como o "Djavan ruim", sendo que o Djavan já é ruim", disse um internauta ao falar sobre o tema.

Muita gente ficou embasbacada com tudo o que houve. "A coisa tá tão louca que o Alexandre Frota agora é da ala conservadora e o Jorge Vercillo tá criticando qualidade musical", disse mais um ao falar sobre o que tem mudado no país.

Redes sociais ficam atônitas com post de Jorge Vercillo criticando 'Que tiro foi esse?’

"Sobre o Jorge Vercillo - Tem espaço pra todos - desnecessário rotular a música dos outros como vulgar. Música é música ouve quem quer - ele tem o público dele.. a Anita o dela .. e segue o baile - as pessoas tem que parar de achar que só é cultura aquilo que elas gostam", comentou mais um ao falar sobre o que aconteceu na rede social do representante da Música Popular Brasileira (MPB). "Obrigado público por ter nos salvado por essa e outras tamo escutando funk e pop de drag queen top e não Jorge Vercillo", falou mais um ao comentar sobre o tema.