A rainha da bateria da escola de samba Grande Rio, a atriz Juliana Paes, foi assaltada na noite dessa segunda-feira (12), quando seguia para o desfile das escolas do grupo especial no Rio de Janeiro. Juliana contou que, quando estava a caminho do Sambódromo, no Centro do Rio de Janeiro, ela e seus amigos foram abordados por dois homens, sendo que um deles estava armado.

A atriz, que seguia em uma van junto com os amigos para se divertir, ficou surpresa com a audácia dos bandidos, que pediram que o carro parasse, anunciando o assalto [VIDEO]. Porém, ao reconhecerem a atriz, os bandidos resolveram levar apenas os celulares das vítimas e deixaram os documentos e cartões de crédito.

Mesmo após passar por esse susto, Juliana seguiu para a Sapucaí [VIDEO]. A atriz desfilou pela Grande Rio na madrugada de segunda-feira. À noite, ela retornou para acompanhar o segunda dia de desfile no camarote da G.R.E.S. Grande Rio.

Estava programado também que a atriz daria um entrevista a imprensa, mas, após o ocorrido, a produção preferiu cancelar e manter a gata em um espaço reservado durante todo o evento.

No Carnaval, os bandidos fazem a festa na Zona Sul

Ainda na noite de ontem, os bairros Leblon e Ipanema, no Rio, viveram uma noite um tanto quanto assustadora. Após os blocos de rua, que acontecem todo ano durante o Carnaval, os bairros foram tomados por uma grande onda de assaltos e tiroteios, o que tirou o sossego dos moradores, que vêm sofrendo com o medo desde as noites de sexta-feira (9), quando começou a folia na cidade.

Uma turista que veio de Brasília curtir a folia chegou pedir a ajuda a um repórter para ir embora, pois, segundo ela, cerca de 50 bandidos a cercaram para assaltá-la. Um deles levou sua pulseira. Relatos como esse estão se tornando comuns nas ruas cariocas durante o Carnaval.

No Centro da cidade, o caos se instalou

Embora a Sapucaí fique situada no Centro da cidade, isso não inibe nenhum pouco a ação dos bandidos. Segundo a população, deveria haver policiamento redobrado por se tratar de um lugar onde os turistas de todas as partes estão concentrados.

Ainda na noite dessa segunda-feira, cerca de 100 pessoas foram presas no bairro, após um arrastão realizado a poucos metros do Sambódromo. Segundo a Polícia Militar, foram apreendidos com os criminosos uma pistola e uma granada, que é usada apenas por profissionais habilitados e de operações especiais.

A Polícia informou também que algumas das vítimas foram convidadas à comparecer na "Cidade da Polícia" para prestar depoimentos.