A atriz da Globo, Juliana Paes [VIDEO], passou momentos de grande tensão nesta noite de segunda-feira (12) ao se dirigir até os desfiles na Sapucaí. O veículo em que ela estava acabou sendo interceptado por dois homens armados na saída do túnel Santa Bárbara.

O assaltantes mostraram as armas e exigiram que a van onde a atriz estava parasse. De acordo com as informações do site "Extra Notícias", os bandidos perceberam que era a atriz que estava no carro e decidiram levar apenas alguns celulares dos passageiros.

O susto foi grande. Após o assalto, Juliana Paes continuou seu caminho em direção a Sapucaí para cumprir um compromisso no camarote da Grande Rio.

Vale ressaltar que ela foi a rainha de bateria da escola. Ela chegou às 22h quando a Portela já estava desfilando na avenida.

Uma entrevista que seria concedida pela atriz, na segunda, foi cancelada para que ela pudesse se recuperar do susto. Na segunda noite dos desfiles, ela preferiu ficar num canto reservado do camarote.

Violência

A situação da violência no Rio de Janeiro ainda incomoda muito. Marginais continuam a espalhar terror por onde passam.

Na Orla de Ipanema foram registrados arrastões, tumulto e muita violência. Com o alto índice de roubos na região e vandalismos, o efetivo da polícia foi reforçado e na madrugada de segunda as coisas ficaram um pouco mais tranquilas para os turistas e moradores. Carros da corporação ficaram parados em diversos pontos e acabaram surtindo efeito.

A situação no local melhorou bastante.

Uma moradora disse que mesmo com os policiais mais presentes ainda é preciso muita atenção. O mensageiro Valter Cândido comentou que veio com suas amigas para Ipanema, mas que se o local estivesse deserto, ele iria para Copacabana.

Mais assalto

O cantor da banda [VIDEO] Capital Inicial também teve sérios problemas quando sua equipe foi assaltada na Avenida Brasil. Dinho Ouro Preto comentou nas redes sociais que os criminosos abordaram o motorista de caminhão, no qual estavam os equipamentos da banda.

Uma arma foi apontada para o motorista e o fizeram levar o caminhão para um local já definido por eles. Por muita sorte, os criminosos não levaram toda as ferramentas porque eram muito pesadas e talvez não eram aquilo que desejavam. Eles poderiam ter se confundido.

A equipe do Capital Inicial também observou muitos outros atos de violência na região. Na frente do ônibus do grupo teve um intenso tiroteio. Um motoqueiro deu quatro tiros em um homem, que parecia ser ladrão.