Considerado um dos grandes nomes da teledramaturgia brasileira, o ator e diretor, Oswaldo Loureiro Filho, de 85 anos de idade, morreu na manhã deste sábado (03), em sua casa no Rio de Janeiro [VIDEO]. O artista sofria de mal de Alzheimer e nos últimos seis anos se submeteu a uma série de tratamentos contra a doença, bem como foi levado por diversas vezes ao hospital, permanecendo por longos períodos internado, sob os olhares atentos dos médicos que o acompanhavam na luta contra esta doença devastadora, que aos poucos foi apagando as belas memórias construídas ao longo de uma carreira bem sucedida nos palcos.

Dono de obras marcantes na televisão, no teatro e no cinema nacional, Oswaldo Loureiro foi o responsável por mais de 140 peças teatrais ao longo do Brasil e atuou em mais de 20 novelas produzidas pela Rede Globo [VIDEO]nos últimos cinquenta anos.

Dentre as tramas que levavam o nome de Loureiro em seu elenco, sucessos inesquecíveis como: 'Sangue e areia' produzida no ano de 1968, 'Vende-se um Véu de Noiva', gravada em 1969, 'Roque Santeiro', produzida em 1985, 'Que Rei sou Eu?', brilhantemente produzida no ano de 1989 e muitas outras, que juntas formavam um currículo artístico de peso, fazendo de Oswaldo um dos maiores atores e diretores dos últimos tempos.

A vida de Oswaldo Loureiro Filho

Nascido no dia 23 de julho de 1932, na cidade do Rio de Janeiro, Oswaldo Loureiro Filho pertencia a uma família de artistas. Sua mãe era cantora lírica e seu pai atuava como jornalista e fazia trabalhos como ator e produtor de TV.

Atuando, dirigindo, escrevendo e produzindo histórias de sucesso no cinema, no teatro e na televisão, Oswaldo Loureiro também chegou a presidir o Sindicato dos Artistas do Rio de Janeiro, cumprindo seu mandato de nove anos consecutivos com honras.

Casado com Madalena Loureiro desde 1959, Oswaldo era tido como um homem de postura exemplar por seus familiares e amigos.

Afastado de suas atividades artísticas desde o ano de 2011 quando se encontrava com 79 anos de idade, Loureiro teve sua saúde afetada drasticamente pelo mal de Alzheimer, o que o impossibilitou de realizar novas criações, se concentrar e contribuir com suas histórias, visto que sua imaginação e memória nunca mais seriam as mesmas por conta da doença que o assolava a cada dia.

A notícia do falecimento de Oswaldo Loureiro abalou e entristeceu uma legião de brasileiros, que admiravam as obras do artista e o tinham como um dos maiores representantes da teledramaturgia nacional. #morre ator Rede Globo #morte ator global #Famosos