Fazer uma novela não é algo fácil. Isso envolve muitos fatores e, diante de cenas marcantes, [VIDEO] uma emissora precisa ter uma produção eficiente e, é claro, atores talentosos. A nova novela das nove da Rede Globo de Televisão, 'O Sétimo Guardião', ainda nem estreou e já está sendo alvo de muitas polêmicas. Inicialmente, o folhetim substituiria 'O Outro Lado do Paraíso', mas problemas de bastidores fizeram com que a trama fosse colocada para o final do ano. Um dos problemas é a acusação de um ex-aluno do autor da história, Aguinaldo Silva. [VIDEO] O ex-aluno, identificado como Silvio Cerceau, decidiu agora entrar na Justiça e, segundo informações do site Natelinha, o folhetim pode ser suspenso nos tribunais.

Globo tem problemas com novela das nove e folhetim pode parar na Justiça

A polêmica com 'O Sétimo Guardião' começou, na verdade, há cerca de três anos. Na ocasião, Aguinaldo Silva montou um curso de orientações de dramaturgia, onde alguns atores conhecidos, como Lília Cabral, chegaram a dar palestras. O curso durou dez dias e, ao longo desse tempo, Cerceau e outros alunos montaram uma sinopse do que seria 'O Sétimo Guardião'. Assim que soube que a produção seria exibida pela Rede Globo de Televisão, o ex-aluno pediu espaço e créditos para que a produção fosse exibida no canal.

Cerceau avisou o autor e a emissora. Aguinaldo Silva chegou a tentar um acordo com o rapaz e outros estudantes do curso, mas nada acabou dando certo. Todos os demais aceitaram a proposta do escritor, mas Cerceau não.

Ele garante que tem provas, tais como fotos, documentos e vídeos, que mostrariam que a sinopse de 'O Sétimo Guardião' é a mesma que ele e seu colegas fizeram nas aulas do autor, por isso não abriria mão e iria até as últimas consequências.

STJ pode decidir se 'O Sétimo Guardião' tem outros autores e novela da Globo vira alvo da Justiça

Aguinaldo Silva, por sua vez, decidiu processar o ex-aluno, já que sua imagem ficou arranhada na praça e a novela, é claro, até agora, ainda corre perigo. Cerceau conversou com o site Natelinha. Ele disse que, caso necessário, levará o caso ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ), avisando que o caminho da Globo e do autor Aguinaldo Silva não deve ser fácil.

No mesmo instante em que se defende, o ex-aluno abriu uma ação contra o experiente autor e a Casa de Cultura Aguinaldo Silva por danos morais, ato conhecido juridicamente como reconvenção. A briga pode durar ainda bastante tempo. #Famosos #Novelas