Nos próximos capítulos de O Outro Lado do Paraíso, Sophia será chantageada por Rato, que exigirá dinheiro para ter sua própria fazenda de soja. Em troca, o garimpeiro promete entregar para a vilã o lençol e a tesoura usada para matar Vanessa e que possuem as suas digitais. Sophia tentará contornar a situação, alegando que se ela cair, o cúmplice cai junto, mas ele se mostrará irredutível, dizendo que não se importa de ser preso, desde que possa desconstruir a imagem perfeita de Sophia.

A vilã fingirá que vai pagar o valor prometido e acaba matando o rival a facadas. Assim como fez após matar Laerte, Sophia foge sem deixar pistas e com isso Leandra é apontada como a principal suspeita do crime.

Por conta disso, a polícia desconfia de Leandra, que era a namorada de Rato. Bruno manda prendê-la e não aceita a reivindicação de Patrick, que começa a defender a moça.

Como o corpo de Rato é encontrado

Sophia [VIDEO] enterrará Rato em uma cova improvisada na beira da estrada, entretanto, na pressa de executar o serviço rapidamente, Sophia deixa uma das mãos do garimpeiro para fora da cova. Na manhã seguinte, um motorista passa pela estrada e nota algo estranho no chão. Ao se aproximar, vê a mão do cadáver e chama a polícia. Nicolau começa a investigar a vida de Rato e descobre que o garimpeiro teve um passado criminoso, sendo preso algumas vezes. Junto com os documentos de Rato, a polícia encontra uma foto de Leandra, ocasião em que decidem ir até o bordel interrogá-la.

Ao chegar no bordel, os policiais conversarão com algumas pessoas e descobrirão que Leandra e Rato estavam brigados, o que fará com que eles desconfiem de um crime passional.

Leandra fica chocada ao saber que os policiais estão no bordel por causa de Rato. Bruno dirá para Leandra que Rato está morto e que acabou de saber que os dois estavam brigados, pois o morto teria descoberto uma farsa da moça para se dar bem com o noivo. Depois Bruno dará voz de prisão para Leandra, a acusando de ser suspeita pelo assassinato do garimpeiro.

Patrick será procurado [VIDEO] pelas funcionárias do bordel para que tire a moça da prisão. Bruno bancará o durão e não aceitará libertar a moça, mesmo com Patrick alegando que os indícios não são consistentes. Como delegado não ter o poder de decidir a manutenção de uma prisão, Patrick apresenta um habeas corpus junto a vara criminal para que a ex de Rato seja colocada em liberdade. Ao conversar com o advogado, Leandra revela que tem como provar que não estava com Rato na noite do crime.