Na quinta-feira, dia 1º de fevereiro, beldades e celebridades deram o ar da graça em mais uma glamurosa e já tradicional edição do Baile da Vogue, uma das revistas que mais ditam tendências de moda durante o ano, principalmente para consumidores do mercado de luxo. Como não podia deixar de ser, muito brilho, ostentação e luxo permearam a noite.

Mas o que o público de fora ficou esperando mesmo foi que alguma mosquinha dourada viesse comentar todos os babados, confusões e gritaria que ocorressem lá dentro.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Famosos

O evento foi transmitido ao vivo no canal por assinatura GNT e realizado no Hotel Unique, em São Paulo.

Assinantes do canal viam e já comentavam no Twitter. Os looks mais inusitados corresponderam a toda expectativa em torno deles.

Teve de tudo, desde perfeitinhas a “par de jarras", ousadas e Polêmicas.

Marina Ruy Barbosa Negrão divou com sua ararinha azul. O vestido deslumbrante era da Colcci e as joias de Andrea Conti. Mas apesar de ser considerada a mais bonita da festa, não divou sozinha na escolha. Helena Bordon também foi de ararinha azul, mas assinado pela estilista Helô Rocha, do Atelier Le Lis, com make de Henrique Martino e o adorno de Eduardo Laurinho. Divinas e maravilhosas!

Outras beldades que fizeram bonito foram a blogueira de moda Thassia Naves, vestida de Maria Bonita; a magérrima Patrícia Poeta e o casal Renato Góes e Thaila Ayala, caracterizados como Os Mutantes Sérgio Dias e Rita Lee.

Os mais ousados também não podiam ficar de fora, né? Bruna Marquezine foi com um look Le Lis Blanc, decotado com transparência na saia, ainda assim foi um dos modelos mais bonitos e elogiados.

Os melhores vídeos do dia

Já Jessica Rodrigues, noiva de Latino, pesou a mão na ousadia, com uma folha de parreira e uma serpente cobrindo as partes íntimas e uma maçã na cabeça.

Pabllo Vittar também ousou no look transparente da Alexandrine Maison, com plumas coloridas na descida saia, linda, deu a ilusão de ótica que pegava fogo! Destaque também para a novata no show business que fez bonito. Jojô Toddynho esbanjou elegância em seu look dourado de Leticia Mazan, que valorizou suas formas sem pecar.

O lance mais polêmico que chegou a causar revolta nas redes sociais foi o da blogueira Tata Estaniecki, que foi acusada de racismo por usar um acessório que remetia à máscara de flandres, objeto usado para tortura dos negros escravizados. Ela tentou se desculpar, alegando que era uma homenagem a luta dos escravos, mas isso acabou sendo entendido como a velha máscara eugenista do branco salvador.

Mas todo o preconceito e racismo exibido e mal justificado pela blogueira foi devidamente esmagado de salto alto pelo luxo da poderosa rainha Iza, deslumbrante num modelo avaliado em R$ 140 mil, desenhado pelo estilista Israel Valentim, que elaborou um look bordado à mão por sete costureiras. Também com máscara e fazendo uma homenagem, mas a todas as mulheres guerreiras do Brasil. Pisa, Iza!