Game of Thrones [VIDEO] tem a sua maior temporada chegando em 2019 - maior no sentido de grandeza dos acontecimentos, não em episódios. Com os White Walkers rumo a Westeros e Daenerys Targaryen querendo o acerto de contas com a família Lannister, os fãs da série devem aguardar grandes batalhas para a próxima e última temporada.

No episódio final da sétima temporada de Game of Thrones [VIDEO], vimos o dragão Viserion ressuscitado pelo Rei da Noite, após ser morto por ele mesmo, em ação.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal Game of Thrones

Com um dragão agora em seu controle, parece que nada pode parar os White Walkers.

O Rei da Noite pôde ser visto montado em Viserion, que cuspia um poderoso fogo azul que foi capaz de destruir a muralha que há séculos estava de pé.

De certa forma, os horríveis acontecimentos que ocorreram no final dessa temporada podem ser facilmente ligados a um erro que Jon Snow, junto com sua equipe, cometeu num episódio da sétima temporada.

Trazer um wight vivo para Cersei Lannister parecia ser a única opção que Jon e a Patrulha da Noite tiveram para convencer todos da ameaça sobrenatural. A excursão da equipe ao norte para capturar um wight vivo (ou morto, ou morto-vivo) era incrivelmente perigosa, e a cada minuto que passava as coisas só pioravam.

Principalmente depois que Jon e sua equipe ficaram encurralados no lago congelado e, eventualmente, levou a morte do personagem Thoros de Myr. A aventura demasiadamente desorganizada exigiu que Daenerys Targaryen salvasse o dia, resgatando-os com os seus três dragões, sentenciando assim um dos seus ‘’filhos’’: Viserion.

Todo essa provação iniciou uma cadeia de eventos que, potencialmente, no final de tudo podem levar cada personagem à morte. Daenerys, ao salvar Jon, conquistou a gratidão dele, e assim a reconhecesse como rainha. Provocou, assim, o relacionamento romântico entre os dois e dando mais peso para Daenerys, já que Jon com certeza é seu aliado.

Além disso, se a ideia de ir para o Norte e capturar um wight não tivesse saído do planejamento e tivessem desistido, o Rei da Noite não possuiria uma máquina de cuspir fogo azul, que aparentemente é muito poderoso. Também resultou em outro ponto negativo toda essa ideia: Cersei percebeu que Daenerys está desfalcada com os dragões, e ao invés de três, possui apenas dois agora.

A reunião de todos os personagens para discutir sobre a ameaça sobrenatural também foi marcada pelos rumores de que Tyrion seria um traidor depois da reunião privada que ele teve com Cersei. Por fim, o Rei da Noite não teria destruído a muralha, como foi dito acima, se não tivesse ido capturar o wight, logo após isso, resultando na perca do Viserion.

Os fãs de Game of Thrones podem esperar batalhas tremendas na próxima temporada, pois sites de fãs relatam que existem vários grandes conjuntos sendo construídos repleto de cadáveres. O campo de batalha em si é coberto por neve, sugerindo que o inverno finalmente chegou para os cidadãos de Westeros.

Game of Thrones retorna com a oitava e última temporada em 2019.