A novela 'O Outro Lado do Paraíso' é um dos maiores sucessos de audiência da televisão do Brasil. [VIDEO]No entanto, algumas sequências são importantes. Nádia (Eliana Giardini), por exemplo, desde o princípio da trama, mostra que é racista. Ela não aceitou, por exemplo, o relacionamento do seu filho, Bruno (Caio Paduan), [VIDEO] e Raquel (Erika Januza).

A moça, que era empregada da casa da socialite, passou por poucas e boas em sua vida. No entanto, em breve, o que irá acontecer deve deixar muitos telespectadores de boca aberta.

Não perca as atualizações mais recentes Siga o Canal O Outro Lado do Paraíso

O passado da personagem virá à tona. Ela ficará atordoada com tudo o que irá descobrir, como mostra uma matéria do site 'Notícias da TV'.

Em 'O Outro Lado', Nádia vai descobrir que é descendente de negros

Na novela, Diego (Arthur Aguiar) não vai conseguir ter relações sexuais com sua esposa, que vira garota de programa.

Ele, que era apaixonado por uma prostituta, acabará ficando com ela. No entanto, o amor dos dois novamente ficará estremecido. Isso porque o neto de Nádia nascerá negro. Ela então achará que a nova nora, Karina (Malu Rodrigues), está traindo o filho dela. No entanto, um exame de DNA vai comprovar que a criança é filha de Diego e neta de Nádia e Gustavo (Luís Melo), que a essa altura já vai ter saído de casa, após a socialite descobrir que ele tem um relacionamento com outra mulher do bordel.

Exame de DNA prova que sangue de Nádia é de origem negra em 'O Outro Lado'

A vilã que atrapalhou a vida de Raquel e Bruno fica desesperada ao abrir o exame de DNA. "Não pode ser", gritará Nádia, ao abrir o envelope com o resultado do exame. "Mas... Não entendo", dirá Gustavo. "Que tá escrito aí que cês não falam nada?", perguntará Diego.

"O teste deu positivo", dirá o médico informando que não tem como haver erro nesse tipo de teste.

'Nunca fui racista', dirá Nádia ao marido, ao descobrir que ele é de linhagem negra

Nádia ficará brava ao descobrir da boca de Gustavo que ele teve avós índios e uma bisavó negra. O juiz, que vai perder o cargo por sua influência no bordel da cidade, então comentará que ele mesmo não era racista, mas que gostava muito da mulher e sabia que ela tinha esse problema importante. Por isso, Gustavo conta que nunca disse nada à personagem. Mais tarde, Nádia se lembrará que tem parentes distantes negros, mais precisamente, um avô que ela não conheceu direito, na sequência, ainda dará o que falar ao dizer claramente que nunca foi racista em toda a sua vida. Então tá, né.